quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Presídio Central registra primeira apreensão de drogas com scanner corporal Irmã de um apenado foi flagrada, durante a revista na sala de visitas, com 113,5 gramas de maconha

SISTEMA PRISIONAL DE PORTO ALEGRE - RS
Presídio Central registra primeira apreensão de drogas com scanner corporal Divulgação/Susepe
Presídio Central de Porto Alegre registrou a primeira apreensão de drogas com utilização de scanner corporal — equipamento utilizado após o fim das revistas íntimas. De acordo com a Susepe, a irmã de um apenado foi flagrada, durante a revista na sala de visitas, com 113,5 gramas de maconha na manhã da última quarta-feira.
A visitante foi presa e encaminhada para a delegacia, onde recebeu o auto de prisão por tráfico de drogas.

Com a obrigação de terminar com o uso da revista íntima determinada judicialmente e também por recomendação do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, a Susepe adquiriu o equipamento em dezembro, com investimento de R$ 494 mil, e passou a utilizá-lo no início deste ano.
Há, ainda, outro scanner em operação, este na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC).

* Zero Hora

O blogueiro Alexandre Guerreiro irá reunir com o Secretário de Estado de Defesa o Dr. Bernado Santana juntamento com o Dep. Federal Wadson Ribeiro PCdoB para tratarem de assuntos pertinentes a categoria do SISTEMA PRISIONAL DE MINAS GERAIS

MORALIZAÇÃO JÁ, UM SISTEMA MAIS HUMANO PARA NOSSOS AGENTES DE SEGURANÇA PRISIONAIS DE MINAS GERAIS

O camarada Alexandre Guerreiro ao lado de Daniel Dias e do Deputado Federal Wadson Ribeiro abordaram que nosso sistema prisional precisa urgente de ser profissionalizado não só na região Norte de Minas, mas em todas as Minas e Gerais; - não podemos admitir amadorismo, no tocante, o Guerreiro fomenta dos problemas hídricos, elétricos, estruturais e supremacia de força para alavancarmos na custódia de presos...

PAUTA:

Transição de Subsecretária para Secretaria (SUAPI) de Administração Prisional (SAP);
Que significa - Autonomia de Gestão;

Lei Orgânica do Agente Prisional de MG (ESTATUTO PRÓPRIO & PLANO DE CARREIRA ÚNICO); - Todos os quadros de chefia sejam preenchidos por Agentes Prisionais de Carreira, Poder de Polícia no âmbito prisional - inserir os Agentes Prisionais no Sistema REDS (REGISTRO DE EVENTOS DE DEFESA SOCIAL);

Reformas dos Presídios, Penitenciárias e mais construções de unidades prisionais no interior de MG, investimentos na logísticas, como EPI(EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL), - colete de balística, algema, tonfa e pistola .40. e investimento nas reformas, manutenção e aquisição de viaturas para escoltas de presos.

Alojamento digno para os servidores do Sistema Prisional, bem como academia de musculação, lazer, auditórios, sala de reuniões e "stand de tiros" nas 18 RISP's;

Concursos públicos na área anualmente para preenchimento do quadro de servidores constituídos por lei.



Divulgadas lista e fotos dos presos fugitivos do Presídio de Blumenau - Dos 28 detentos, apenas oito foram capturados nesta quarta-feira

Divulgadas lista e fotos dos presos fugitivos do Presídio de Blumenau Deap/Divulgação

O nomes e fotos dos foragidos do Presídio de Blumenau foram divulgados nesta tarde pela assessoria de imprensa do Deap após a recontagem dos presos. No total, 28 conseguiram escapar, oito foram recapturados horas depois. Alexandro Inácio Ribeiro, Davi Felix, Diego de Jesus, Eronildes Silva Neto, Sidnei da Cunha, João Paulo Robina, Kaue Regis Netto e Wagner Luiz Fernandes já estão detidos. 
Os presos escaparam através de um túnel que foi aberto dentro de uma das celas da Galeria T. A passagem terminava nos fundos do presídio. Confira a lista dos presos que ainda estão foragidos do Presídio de Blumenau

- Adriano Formento do Nascimento 
- Alan Neves de Souza 
- Andriel Martins de Oliveira 
- Carlos Eduardo Chaves 
- Clemilton Escobar Gonçalves 
- David Douglas da Silva 
- Edenilson Lemes Ribeiro 
- Edvaldo da Silva Queiroz Ribeiro 
- Elisson Rodrigues de Liz 
- Erik Charles dos Santos 
- Jader Luiz Steinheuser 
- Jonathan de Paula 
- Jose Mesias de Pontes 
- Josivan de Freitas Lopes 
- Luiz Henrique Gomes Cordeiro 
- Mateus Machado Girardi 
- Raphael Trindade Martim 
- Ryster Campos de Souza 
- Leudivan Nunes 
- Charles Ricardo Zuchi Júnior

JORNAL DE SANTA CATARINA

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

PROJETO DE CONSTRUÇÃO DA BASE DO GIR É REALIDADE NO PRESÍDIO REGIONAL DE MONTES CLAROS - MG


O Presídio Regional de Montes Claros - PRMOC/MG, vislumbra a construção da BASE DE INTERVENÇÃO RÁPIDA - GIR. O Diretor Geral Souza  fomentou a importância de dar uma estrutura de alto nível aos operadores do sistema prisional Norte Mineiro, assim, participam do projeto os Agentes: Ricardo França, Uarlei Santos, Alexandre Guerreiro, Rodrigues e Marcos Rosa, pois, seguem o triunfo de apresentar o ousado projeto, que atenderá cerca de 30 ASPEN-MG treinados pela EFES, sala de reuniões, sala de instrução, sala de equipamentos bélicos e sala de musculação e treino numa área de 80 metros quadrados.

O Grupo de Intervenção Rápida atenderá toda 11ª Risp, nos apoios de motim, rebelião, tentativa de fuga e subversão da ordem e disciplina.

AASPESEN-MG COMPÕE NOVA DIRETORIA JURÍDICA

Diretoria da associação dos Agentes Penitenciários do Norte de Minas - AASPESEN/MG - juntamente com associados representados pela Dra. Alexandra Gonçalves Ferreira

SISTEMA PRISIONAL EM FOCO - Detentos queimam colchões, camas e uniformes em Teófilo Otoni

Presos não aceitavam a chegada de detentos transferidos de Ipatinga.
Tumulto foi controlado pela Polícia Militar e agentes penitenciários.

Cerca de 18 presos fizeram uma rebelião no presídio de Teófilo Otoni (MG), na noite desta terça-feira (27). Um agente informou que o tumulto teve como motivação a chegada de detentos transferidos de Ipatinga.

Segundo a Polícia Militar,  os presos atearam fogo em colchões, queimaram parte das camas e uniformes. Além disso, arremessaram objetos contra os agentes penitenciários.

​O tumulto foi contido pelos militares e agentes. O fogo foi controlado e os presos foram revomidos para outras celas.
FONTE: G1

Sindpol/MG participa da posse do novo chefe da Polícia Civil.

A diretoria do Sindpol/MG participou na tarde do dia 28 de Janeiro, na Cidade Administrativa, da solenidade de posse do novo chefe da Polícia Civil, o delegado Wanderson Gomes da Silva. Estiveram presentes o governador Fernando Pimentel, o Secretário de Defesa Social Bernardo Santana e demais representantes ilustres da área de Segurança Pública.
O novo chefe da Polícia Civil enfatizou o compromisso por melhorias na instituição e a convocação dos excedentes dos concursos de Perito e Médico Legista, e ainda a ampliação de vagas do último concurso para investigador, realizado em agosto de 2014.
Os diretores do Sindpol/MG, presentes na posse, através de seu presidente Denilson Martins, diretor executivo secretário geral, Cláudio de Souza Pereira; diretora executiva de assuntos da mulher, Margareth Dionísia; vice-presidente Antônio Marcos Pereira e o diretor executivo de mobilização e formação sindical, Wellington Kallil; desejam sucesso ao novo chefe da Polícia Civil.
Sindpol/MG participa da posse do novo chefe da Polícia Civil

O Sindicato continuará lutando em prol de melhorias para a classe policial e ampliação dos quadros da Polícia Civil.

Executiva Sindical.

FONTE:http://www.sindpolmg.org.br/pagina/4029#.VMldn-NdW0Y

MAIS:

REGIÃO NORTE DE BH

Novo chefe da Polícia Civil toma posse na Cidade Administrativa
Posse Civil
Posse Civil

Posse Civil

O Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva prometeu uma corporação menos violenta e mais voltada para o trabalho de investigação e inteligência


O novo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva, tomou posse na tarde desta quarta-feira (28), na Cidade Administrativa, região Norte de Belo Horizonte. À cerimônia, realizada no auditório JK, estiveram presentes o governador Fernando Pimentel e o secretário de Defesa Social, Bernardo Santana.

Na transmissão de cargo, seu antecessor, o delegado Oliveira Santiago Maciel, destacou os feitos da Polícia Civil durante a Copa do Mundo e nas eleições 2014, quando um grande efetivo foi colocado nas ruas. "Segurança pública não se restringe apenas à Polícia Civil, é dever também do Estado e de todos. A essência da corporação vem da união dos esforços de cada um dos seus servidores".
Em seu discurso de posse, o novo chefe da Polícia Civil falou das mudanças que pretende fazer. "A Polícia Civil tem uma nova missão. Nossas ações vão buscar o fortalecimento da corporação, principalmente a valorização dos homens e mulheres, por meio de uma remuneração adequada, para corrigir distorções", disse Wanderson.
O delegado também prometeu ampliação de vagas. "Vou pedir a convocação dos excedentes do último concurso (2013) para perito criminal e médico legista ( 95 peritos e 121 legistas já foram admitidos); além da ampliação do ultimo concurso realizado para investigador (1.000 vagas foram abertas, e novo chefe da Civil quer pelo menos outras mil)".
No entanto, representantes do Sindipol, também presentes à cerimônia, lembraram que Lei Orgânica da Polícia Civil (aprovada em 2013 através da Lei Complementar 129 de 08/11/201) prevê 11.301 cargos de investigador, e que o último concurso abriu apenas 5.813 vagas.
Wanderson finalizou, ressaltando querer uma Polícia Civil menos violenta e mais voltada para o trabalho de investigação e inteligência, "porque esse trabalho, quando bem realizado, dá mais possibilidade para que o trabalho da polícia judiciária se torne mais efetivo".
Perfil
O novo Chefe da Polícia Civil, Delegado Geral Wanderson Gomes da Silva, é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais e ingressou na corporação em 1984, como investigador. Atuou nas cidades de Pedro Leopoldo, Rio Paranaíba e Belo Horizonte, em diversos departamentos de polícia, com destaque para o Departamento de Investigação Antidrogas (DIA), o Grupo de Combate ao Crime Organizado, em Parceria com o Ministério Público (GCOC) e a Divisão Especializada de Operações Especiais da corporação (Deoesp), que chefiava até a data de hoje.
Na carreira de Delegado de Polícia, Silva obteve todas as promoções por merecimento, com inúmeros registros de referências elogiosas em sua ficha funcional.
O Chefe Adjunto da Polícia Civil será o Delegado Geral Marcos Silva Luciano, atual chefe do 2º Departamento de Polícia Civil, com sede em Contagem, na Grande BH.
Feitos
Wanderson Gomes da Silva é conhecido na corporação pela habilidade na investigação e solução de sequestros e enfrentamento de organizações criminosas e do tráfico de drogas. Entre os casos de destaque está a solução do maior crime contra o Patrimônio em Minas Gerais, em 2010, quando foram roubados R$46 milhões da empresa de transporte de valores Embraforte.
Outros destaques são a prisão de um dos maiores traficantes de Minas, Rony Peixoto, em 2012, e a recuperação de cerca de 90% das 45 armas e mais de 1600 munições roubadas da Central de Escoltas do Sistema Prisional de Minas Gerais, no ano passado. A ação foi desenvolvida por meio de ação de investigação e repressão qualificada, sem que nenhum tiro fosse disparado. Três pessoas foram indiciadas.
FONTE:http://www.otempo.com.br/cidades/novo-chefe-da-pol%C3%ADcia-civil-toma-posse-na-cidade-administrativa-1.985012

Suspeito de matar Agente Prisional é preso pela PCMG em Ponte Nova.

I094876
Richardson (à esquerda) e Washington                   O Crime ocorreu em dezembro passado em Ponte Nova. O Foragido se escondia em Ipatinga
IPATINGA – Dois homens, com mandados de prisão em aberto, foram presos pela Polícia Civil. A dupla foi abordada em uma residência da rua Pedras Preciosas, no bairro Iguaçu, em Ipatinga. Um deles é suspeito de assassinar um agente penitenciário em Ponte Nova.
 
O delegado Gilmaro Alves explicou que investigadores da Polícia Civil receberam a informação de que um indivíduo, foragido de Ponte Nova, estaria escondido na cidade. Eles também estariam de posse de um veículo furtado de Ponte Nova. Uma equipe de investigadores da PC foi ao local indicado e constatou a veracidade dos fatos. A partir daí, começou a fazer o monitoramento dos dois suspeitos.
 
Os agentes abordaram Richardson Rodrigues Silva, de 25 anos, e Washington Darc Luís Gonzaga, de 24 anos na noite de terça-feira. No imóvel, também foi localizado um Chevrolet Corsa Sedan furtado.
 
O delegado Gilmaro Alves explicou que Washington possui um mandado de prisão em seu desfavor por assalto a mão armada, expedido na comarca de Ipatinga. Ele admitiu que ficou preso por agressão à uma mulher, enquadrado na Lei Maria da Penha e admitiu que deve o crime do assalto. Já, Richardson, possui um mandado expedido na comarca de Ponte Nova.
 
Richardson é suspeito de ter assassinado um agente penitenciário em dezembro de 2014. Na terça-feira, ao ser abordado, ele apresentou dados falsos a polícia. “Além de já possuírem passagens e terem mandados de prisão em seu desfavor, acreditamos que eles utilizariam o veículo para o cometimento de delitos em Ipatinga. Os dois negaram qualquer acusação, inclusive Richardson”, concluiu Gilmaro Alves.
 
Nervoso, Richardson falou brevemente à imprensa sobre a acusação e negou que tenha participado do homicídio do agente: “Tem mais de dois anos que estou fora de Ponte Nova. Sou foragido de lá, por causa de tráfico de drogas, mas não tenho desavença com ninguém. Vim a Ipatinga apenas para passar o Carnaval em Ipatinga. Já, esse carro aí, comprei por R$ 1.500″, afirmou.   
Reprodução
Anderson Fialho era agente penitenciário em Ponte Nova
 
Assassinato em Ponte Nova
I094877
Anderson Fialho era agente penitenciário em Ponte Nova
O delegado Gilmaro Alves explicou que uma equipe da delegacia de Homicídios de Ponte Nova virá a Ipatinga para interrogar Richardson. Ele é apontado como o autor do crime que resultou na morte do agente penitenciário Anderson Fialho Batista, de 39 anos.
O assassinato ocorreu na noite do dia 20 de dezembro passado, na BR-120, em Ponte Nova. Anderson foi encontrado caído, dentro de uma vala, próximo a sua motocicleta. A perícia da Polícia Civil constatou quatro perfurações em seu tórax, provenientes de disparos de arma de fogo.
Segundo testemunhas, o agente penitenciário já havia recebido ameaças de alguns detentos. Na data do crime, duas motocicletas foram vistas seguindo em direção ao local em que o agente foi encontrado caído.
Richardson não quis gravar entrevista. Ele apenas afirmou que não tem envolvimento com o homicídio e só soube das acusações contra ele nesta terça-feira.
FONTE : DIÁRIO DO AÇO 
  
 http://www.diariodoaco.com.br

GUARDA MUNICIPAL PROTOCOLA NA SEDS INCLUSÃO AO REDS.

Protocolizamos oficialmente hoje na SEDS conforme solicitado pelo Secretário de Defesa Social Bernardo Santana, o pedido fundamentado de inclusão das Guardas Municipais de Minas Gerais no REDS.

“A vitória é o principal objetivo na guerra. Se tardar a ser alcançada, as armas embotam-se e a moral baixa.”
―Sun Tzu.



FONTE:https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10202593508433979&set=pcb.10202593530434529&type=1&theater


Após arguição do Sindpol/MG e demais entidades da Intersindical, governo regulariza parcialmente atendimento em rede conveniada ao IPSEMG no interior.



Em razão de inúmeras reclamações de policiais civis e demais servidores público do interior de várias regiões do Estado à direção do Sindpol/MG em conjunto com a coordenação Intersindical do Serviço Público Mineiro, importante instância de representação do funcionalismo público, acionou o presidente do IPSEMG e o Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, no sentido de se regularizar o pagamento da rede credenciada do IMPSEMG para fins de regularização e reestabelecimento do atendimento médico, hospitalar dos pacientes beneficiados. Tão logo recebeu as arguições das entidades o governo na data de hoje já sinalizou pela quitação de grande parte dos compromissos com as redes credenciadas, restabelecendo necessariamente o atendimento. Resta ainda equacionar a situação pontual de Uberaba, no Triângulo Mineiro, onde a rede credenciada exige ainda reajuste na tabela de prestação de serviços, fato mais complexo que demanda análise e tratativa de outros órgãos do governo.
A coordenação intersindical e a direção do Sindpol/MG veem com bom grado o gesto eficaz e pronta resposta do novo governo no atendimento desta importante questão, pois, está diretamente relacionada com a saúde do nosso servidor público e seus familiares.
Outro assunto importante discutido na reunião são os próximos passos dos sindicatos em relação ao atual governo, os presentes decidiram que darão um prazo de 100 dias para o governador deliberar sobre os temas acordados após a eleição. O presidente do Sindpol/MG, Denilson Martins, juntamente com o diretor da Asthemg, Carlos Aguiar se comprometeram a articular com o governador uma reunião com os representantes da Intersindical.
 FONTE:http://www.sindpolmg.org.br/pagina/4027#.VMjjg-NdW0a