domingo, 23 de novembro de 2014

Cruzeiro fatura bi consecutivo, tri dos pontos corridos e tetra brasileiro da história


Deputada quer acabar com auxílio-reclusão e criar benefício para vítimas de crimes

Deputada quer acabar com auxílio-reclusão e criar benefício para vítimas de crimes

O Projeto de Emenda a Constituição, (PEC) 304/13, de autoria da deputada Antônia Lúcia (PSC-AC) extingue auxílio a criminosos, caso do auxílio reclusão, e cria benefício para vítimas e familiares de vítimas de crimes no valor de um salário mínimo por mês.
Em suma o projeto visa inverter a atenção prestada pelo Estado, mudar o foco, que atualmente é somente para criminosos, que além de cometerem crimes ainda tem direito a um auxílio financeiro para sua família enquanto estiver preso. A deputada argumenta que se é pra ajudar, que seja as vítimas e não os bandidos. O projeto está em tramitação na câmara. (para ter mais informações sobre este projeto, acesse o site da Câmara)
Auxílio aos dependentes de criminosos
Em vigor atualmente, o auxílio-reclusão é um benefício devido aos dependentes de trabalhadores que contribuem para a Previdência Social. É pago enquanto o segurado estiver preso sob regime fechado ou semiaberto e não receba qualquer remuneração.
O cálculo do benefício é feito com base na média dos salários-de-contribuição do preso, e só é concedido quando esse salário for igual ou inferior a R$ 971,78, em atendimento ao preceito constitucional de assegurar o benefício apenas para quem tiver baixa renda.
Inversão de valoresRealmente é um absurdo a inversão de valores que ocorre nesse país. Direitos humanos que dispõe sua atenção quase que exclusivamente para criminosos. Enquanto isso, alguns poucos políticos que ainda não foram corrompidos pelo câncer da corrupção tentam mudar essa realidade, por outro lado,outros querem tornar o país ainda mais perfeito para bandidos atuarem e empreenderem seus negócios criminosos. Acompanhe abaixo alguns projetos que beneficiam diretamente bandidos.

Revolta Brasil, com informações de Agência Câmara Notícias

ASP DA 11º RISP MORRE APÓS PASSAR MAL EM LUTA!


O ASP Jordam Silveira da 11º RISP, prestes a tomar posse no certame 2012, ele obteve um mal súbito durante uma luta, e não resistiu chegando ao óbito.
Nossos sentimentos aos seus familiares.

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressureição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que morto viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá.
João 11:25-26


sábado, 22 de novembro de 2014

CONVOCATÓRIA - ALMG DIA 25 DE NOVEMBRO DE 2014

A comissão em parceria com SINDASP MG, vem por meio desta convocar todos os agentes penitenciários em especial os afetados com a paralisação do cronograma de nomeações,

a comparecer à Assembléia Legislativa (ALMG) no próximo dia 25 de novembro às 8 (oito) horas para participar de uma audiência pública, percorrendo os corredores da casa em busca de ofícios por parte de Deputados em favor do cumprimento do cronograma dando posterior encaminhamento, a entidade classista da solução do problema da nomeação. Informamos ainda que o SINDASP-MG vai ofertar todo aparato logístico como lanche para todos os presentes, faixas, som e ainda café, almoço e jantar para os agentes que se manterem acampados.


Adeilton de Souza Rocha
Presidente do SINDASP-MG

William Rocha

Representante da comissão  

APOSENTADORIA ESPECIAL A TODOS OS AGENTES PENITENCIÁRIOS

Supremo editou MANDADO DE INJUNÇÃO...


O Mandado de Injunção é uma ação movida quando não existe uma Lei que trate de algum Direito Constitucional. No caso em questão, o Governo não fez nada para editar Lei que regulamentasse tal direito. Desta forma, o Supremo reconheceu que a atividade é de fato insalubre e de alta periculosidade e, por isso, determinaram que a Lei aplicável ao regime geral de Previdência (Lei 8.213) seja agora aplicável ao agente penitenciário em face da demora do legislador. 
A aposentadoria especial, segundo a lei, concede uma renda mensal equivalente a 100% do salário de benefício.

STF RECONHECE APOSENTADORIA DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS AOS 25 ANOS DE ATIVIDADE AOS AGENTES DE RONDONIA, e abre caminho para TODO PAÍS...
O Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu aos agentes penitenciários de Rondônia o direito de se aposentarem aos 25 anos de atividade, das quais tenham sido exercidas em ambientes insalubres ou perigosos.
Os ministros do STF reconheceram o fato com base no Mandado de Injunção - MI 1545 impetrado pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Rondônia (Singeperon), o qual beneficiará todos os filiados e os que integram a relação na ação.
O processo transitou em julgado em 28/06/2012, tendo como relator o ministro Joaquim Barbosa.

E PORQUE ATÉ hoje NÃO TEMOS ESSE DIREITO NO RESTO DO PAÍS? O QUE FALTA?

Os bons ventos sopram que os Treinamentos com Armas de Fogo (TCAF), começarão semana que vem...


A SECRETARIA DE ESTADO DE DEFESA SOCIAL (SEDS), retoma dia 24/11/2014 o TCAF (treinamento com armas de fogo) aos concursados de 2012, ASPS nomeados e empossados realizarão o feito na ACADEMIA DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DE MINAS GERAIS, no novo espaço adquirido pela secretaria.

O AGENTE PRETO DA TAQUARA SE DESTACA EM PROJETOS SOCIAIS NA CIDADE DE TEÓFILO OTONE

PROJETO SOCIAL PÉS NOSCHÃO 

ÁREA DE ATUAÇÃO:

...INCENTIVAR A PRÁTICA DE ESPORTES DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO BAIRRO TAQUARA E ADJACÊNCIA (ÁREA DE VULNERABILIDADE SOCIAL).

FOTO: TREINO DE FUTBOL COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO BAIRRO TAQUARA E SÃO BENEDITO NO CAMPO DA TAQUARA.


PRETODATAQUARA

DILSON MARQUES E DOM JOSÉ ALBERTO MOURA VISITAM PRESÍDIOS EM MONTES CLAROS

Visita Pastoral com Dom José Alberto Moura Arcebispo Metropolitano de Montes Claros e Dilson Antonio Marques Coordenador da Pastoral Carceraria, Agente de Pastoral Maria das Dores aos Presídios de Montes Claros, na manhã desta terça-feira. Foram visitas todas as dependências do Presidio Alvorada e Presidio Regional de Montes Claros, sendo na oportunidade acolhidos pelos Diretores dos dois Presídios. Visitados todas as dependências, ALAS de presos, locais de serviços, e trabalhos dos encarcerados.

“Presídio não é hotel, nem creche”, diz secretário após morte de presos na Paraíba

Segundo o secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Walber Virgolino, foram apreendidos pacotes de maconha, espetos, comprimidos alucinógenos durante operações pente fino



As penitenciárias Flósculo da Nóbrega, o Roger, e Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1) passaram por uma operação pente-fino nessa quinta (20) e sexta (21), apósa morte de dois detentos e a tentativa de motim em uma das alas do presídio do Roger e PB1.
Segundo o secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Walber Virgolino, todas as áreas das unidades prisionais foram vistoriadas e apreendidos pacotes de maconha, espetos, comprimidos alucinógenos e outros objetos cortantes, baterias de telefones móveis também estão entre os itens encontrados nos alojamentos dos detentos do Roger.
“Em virtude da apreensão do material e da morte do preso do Roger, a visita está suspensa por 30 dias para os apenados do pavilhão 5, local onde um detento foi morto e esquartejado. Já identificamos os envolvidos na morte e vão responder criminalmente. Vale salientar que presídio não é hotel, nem creche. Se eles estão presos é porque cometeram crime e têm que pagar. Bandido tem que ser tratado como bandido”, disse o secretário.
Para Walber, a proibição da revista íntima tem contribuído para a entrada de objetos nas penitenciárias. “Comprimidos, maconha e outros materiais podem ser transportando facilmente nas partes íntimas. Como estamos proibidos da revista minuciosa, tem aumentado o consumo de entorpecente nos presídio. Mas, vamos ser mais rigorosos nas operações dentro das celas”, ressaltou.

Os trabalhos não param não - lideranças da comissão do concurso de 2012 na Almg