segunda-feira, 3 de setembro de 2018

MUDANÇAS RADICAIS EM UNIDADES PRISIONAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE CAUSAM REVOLTAS DE AMIGOS E PARENTES DE PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE


Foto: Google Maps

03 SET 2018
Redação

A Associação de Amigos e Parentes das Pessoas Privadas de Liberdade da Região Metropolitana de Belo Horizonte, representada por Maria Tereza dos Santos fez uma denúncia na Rádio Itatiaia, hoje (03.09), indignada sobre possíveis transferências de presos do sexo feminino em totalidade para as demais unidades da região metropolitana.

A senhora Maria Tereza alegou que a Penitenciária José Abranches Gonçalves  será destinada para abrigar policiais: militar, civil, agentes penitenciários e outros membros da segurança pública em cumprimento de pena. E que a SEAP não informou previamente sobre o caso.

A representante questiona uma falta de desrespeito com as presas e seus familiares, cuja as custodiadas ficaram em unidades distantes, o qual ocasionará transtornos para todos e destaca que o Estado não abriu pauta para tratar o assunto. 

Em nota a Secretaria de Administração Prisional informou que realiza o planejamento no sigilo, bem como as operações estratégicas de transferências. E a Penitenciária citada não dispõe de berçário,  as presas grávidas são alocadas em Vespasiano e que as movimentações são executadas diuturnamente para segurança prisional.


Áudio da Denúncia na Rádio Itatiaia BH/MG


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.