domingo, 26 de agosto de 2018

Sargento da Polícia Militar é filmado agredindo e prendendo agente penitenciário

DA REDAÇÃO ECOS DA NOTÍCIA 

O Sargento Lima Junior, da Polícia Militar, agrediu dois agentes penitenciários que participavam de uma festa na noite do último sábado (25) em Rio Branco. A confusão foi toda gravada e o vídeo divulgado na internet.
Agredido com um tapa no rosto, um dos agentes caiu ao solo e desmaiou. O outro, ao presenciar o colega sendo vítima da ação truculenta do policial, tentou intervir e também foi agredido com um empurrão. Ele foi preso.
Conduzido à Delegacia de Flagrantes (Defla), o agente preso foi autuado por desacato a autoridade. Após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), o agente penitenciário foi liberado pelo delegado plantonista.
Em nota, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindapen/Ac) repudiou a ação do militar e afirmou que o agente possui ficha profissional exemplar. O policial militar envolvido no caso já teria histórico de indisciplina.
As imagens mostram claramente que o Sargento Lima Junior agiu de maneira agressiva e autoritária. A Polícia Militar do Acre (PM/AC) ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.
Veja a nota do Sindapen:
NOTA DE ESCLARECIMENTO-SINDAPEN
Diante do fato ocorrido na noite do último sábado, 25, no qual um agente penitenciário foi submetido a uma sucessão de ações arbitrárias, como é facilmente identificável no vídeo amplamente compartilhado em redes sociais, cumpre a esta Entidade esclarecer e informar à sociedade acreana que:
1- O Agente Penitenciário em questão tem um histórico profissional exemplar no Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN), exercendo hoje cargo de chefia e já tendo no currículo um histórico de contribuição no Estado do Acre e no Brasil, seja como membro de grupos de intervenção, seja como instrutor de várias modalidades operacionais, sendo um multiplicador de conhecimento técnico em parceria com outras forças policiais;
2- O servidor do IAPEN, que tem ampla experiência em situações de crise, como é claramente demonstrado no vídeo, agiu com urbanidade com a guarnição em serviço prezando pelo respeito e pelo diálogo. Mesmo após ter presenciado uma agressão gratuita a um colega de farda que acabou perdendo a consciência após a agressão. Gerando por isso uma denúncia criminal contra o militar;
3- Mesmo diante da prisão ilegal, do uso desproporcional da força e do uso ilegal e injustificado de algema, o Agente Penitenciário não resistiu à ação ilegal, sendo conduzido (sem motivo) à delegacia e liberado logo em seguida pela autoridade policial (delegado);
4- O vídeo, as testemunhas presentes e o histórico dos envolvidos descrevem bem a conduta de cada um. O Agente Penitenciário tem uma carreira ilibada. Sendo reconhecido pelos seus colegas ou Policiais Militares e Civis como um servidor exemplar. O Policial Militar, infelizmente, não se comportou em consonância com a grandeza da Polícia Militar, já tendo em sua ficha funcional alguns problemas de ordem administrativa devido a excessos que infelizmente não são de hoje;
5- Reafirmamos o nosso respeito à Polícia Militar do Acre como força co-irmã no combate à criminalidade, já contando com a colaboração de seu Comando e da própria corregedoria da briosa Instituição para que ações como essa, que maculam a história da Polícia Militar, não possam passar impunes;
6- Como a Polícia Militar, trabalhamos em prol do cumprimento de nossa legislação, portanto, estamos tomando as providências cabíveis para que a ação, a qual classificamos como despreparada, desmedida e irrefletida, encontre a sua devida correção. Para que os autores sejam punidos e os prejudicados tenham a devida reparação da justiça;
7- Nos colocamos à disposição para demais esclarecimentos.
Rio Branco, Acre – 26 de Agosto de 2018. 

A DIRETORIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.