quarta-feira, 21 de março de 2018

Homem é condenado a 25 anos de prisão por morte de agente penitenciário em Montes Claros

Edmilson dos Santos Souza foi a júri popular nesta terça (20) pela morte de Wesley Fabrício Ribeiro, ocorrida em 2015; defesa afirma que vai recorrer da sentença.


Resultado de imagem para WESLEY RIBEIRO
Foto: Agente Wesley Ribeiro In Memorian

IMAGENS DA INTER TV - GRANDE MINAS

Após cerca de 10 horas de julgamento, a Justiça definiu pela condenação de Edmilson dos Santos Souza a 25 anos de prisão por homicídio qualificado. Ele é um dos envolvidos no assassinato do agente penitenciário Wesley Fabrício Ribeiro, morto com um tiro em abril de 2015, em Montes Claros. O julgamento ocorreu em sessão de júri popular nesta terça-feira (20).
O agente, que tinha 25 anos, era funcionário efetivo do Presídio Regional desde novembro de 2014. Ele foi morto a caminho do trabalho, atingido com um tiro na cabeça.
O advogado de defesa de Edmilson dos Santos, que já estava detido no Presídio Regional, afirmou ao G1 que vai recorrer da decisão e buscar a redução da pena. "A pena foi exacerbada. O juiz tinha de dar uma resposta à sociedade e conjugou situações agravantes incompatíveis. Vamos recorrer e esperamos baixar a pena para 14 ou 16 anos", disse Maderson Leão Ribeiro.
G1 não conseguiu contato com a família de Wesley Fabrício.

Entenda o caso

O agente penitenciário era lotado no Presídio Regional e estava a caminho do trabalho quando foi abordado por dois homens em uma moto. Eles atiraram várias vezes e a vítima foi atingida com um tiro na cabeça. Wesley Fabrício Ribeiro foi socorrido por funcionários do presídio e pelo Samu, e, morreu antes de dar entrada no hospital. Ele era funcionário efetivo do presídio desde novembro de 2014.
De acordo com o delegado Bruno Rezende, as investigações apontaram que o crime foi 'aleatório' e não tinha motivação específica.

FONTE: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.