sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

SINDASP-MG participa da luta pela recuperação do IPSEMG

FONTE: SINDASP/MG
A imagem pode conter: 3 pessoas

O SINDASP-MG, através dos Diretores Anita Tocafundo e Luiz Carlos Reis, esteve mobilizado, junto às demais entidades sindicais que compõem a Coordenação Intersindical, pela recuperação do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais - IPSEMG.
Ações pontuais foram realizadas pelos sindicatos a fim de pressionar a direção do Instituto e o Governo frente a precarização dos serviços do IPSEMG: enormes filas para atendimento, falta de materiais básicos, medicamentos, falta de profissionais, cancelamentos de procedimentos, corredores do SMU (Serviço Médico de Urgência) lotados.
As entidades sindicais também denunciam a falta de repasses aos prestadores de serviço que resultou no descredenciamento de diversos hospitais e clínicas no Estado e o desvio de recursos da previdência para o caixa único do Tesouro.
Os servidores exigem transparência na gestão e nas contas, retomada e melhoria dos atendimentos e das condições de trabalho dos servidores e pedem a saída do atual Presidente do Instituto, Hugo Vocurca.
Manifestação
Na última terça-feira (20.02), os servidores se manifestaram em frente ao Hospital Governador Israel Pinheiro (HGIP). Com faixas de protesto e palavras de ordem, os servidores conseguiram chamar a atenção e mostrar sua indignação a todos que por lá passavam, tanto dos usuários/beneficiários do Instituto quanto da população em geral.
O Diretor de Saúde do SINDASP-MG, Luiz Carlos Reis, falou sobre a demora nos atendimentos dentro dos hospitais, nas marcações de consultas e de procedimentos médicos. “Isto é uma falta de respeito com os servidores que pagam pelo serviço. Todos os meses o IPSEMG é descontado de nosso contracheque e não temos nenhum retorno. O Serviço do IPSEMG está igual ao do SUS”, ressaltou.
Na ocasião, os Servidores do IPSEMG decretaram greve por tempo indeterminado.
Audiência Pública
Ontem (21.02), a Comissão do Trabalho, da Previdência e da Assistência Social da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizou uma audiência pública para debater a situação do IPSEMG. Além das entidades de classe envolvidas no movimento, a sessão contou a presença do Presidente do Instituto e do Assessor de Relações Sindicais da SEPLAG, Carlos Calazans, representando o Secretário Helvécio Magalhães.
Os servidores e as lideranças sindicais levaram diversos questionamentos e exigiram respostas do Presidente do IPSEMG frente à situação precária em que se encontra o Instituto. As entidades sindicais ressaltaram também a situação de todos os servidores públicos estaduais que já estão tendo seus salários atrasados e parcelados, ainda não podem contar com seu plano de saúde, nem mesmo com o Cartão Medicamento, que também foi cortado por falta de repasses.
O presidente do Ipsemg, Hugo Vocurca Texeira, reconheceu o atraso nos repasses e anunciou que já foi pactuado um cronograma de pagamento para regularizar a prestação dos serviços da rede credenciada. Ele disse que as negociações estão em andamento e citou exemplos de instituições que já retomaram o atendimento aos beneficiários, como o Hospital Luxemburgo, em BH.

A imagem pode conter: 18 pessoas, pessoas sorrindo, área internaA imagem pode conter: 19 pessoas
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livreA imagem pode conter: 5 pessoas, multidão
A imagem pode conter: atividades ao ar livreA imagem pode conter: 1 pessoa, multidão e atividades ao ar livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.