quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Ronaldinho Gaúcho será candidato ao Senado no partido de Bolsonaro

Craque concorrerá a vaga pelo estado de Minas Gerais. Somália, ex-Fluminense, será suplente da chapa
Ronaldinho e vice do Patriota, Gutemberg Fonseca, posam com livro de Bolsonaro
Ronaldinho e vice do Patriota, Gutemberg Fonseca, posam com livro de Bolsonaro
De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho já fechou sua filiação com o PEN, partido do deputado federal Jair Bolsonaro, para disputar uma vaga no Senado nas eleições de 2018, concorrendo pelo Estado de Minas Gerais.
Bolsonaro, que ainda é filiado ao PSC, espera apenas a abertura da janela partidária, em março, para oficializar sua troca de sigla. Seria neste mesmo período que o craque também faria sua filiação. O assunto já teria sido conversado com o vice-presidente do Patriota, Gutemberg Fonseca e outros dirigentes no Rio de Janeiro. Gutember e Ronaldinho posaram, inclusive, como uma foto do livro de Bolsonaro nas mãos.
Segundo Lauro Jardim, o jogador pensou em anunciar sua candidatura no último sábado, após um jogo beneficente realizado no Mineirão. Mas achou melhor adiar o anúncio por conta das chuvas fortes no estado, que já deixaram mais de 500 pessoas desabrigadas.
O suplente na chapa de Ronaldinho ao Senado será o também ex-jogador Somália, que já atuou no América Mineiro e no Fluminense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.