quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Grande quantidade de lixo é retirada das caixas d’água de São Joaquim de Bicas II

A imagem pode conter: atividades ao ar livre e água
A imagem pode conter: nadando, água, atividades ao ar livre e natureza
A imagem pode conter: atividades ao ar livre
A imagem pode conter: atividades ao ar livreA imagem pode conter: atividades ao ar livre
A imagem pode conter: comida
A imagem pode conter: sapatos e atividades ao ar livre

A atual gestão da Secretaria de Administração Prisional nos surpreende a cada dia mais com sua IRRESPONSABILIDADE e INCOMPETÊNCIA, não só no que concerne à administração das unidades prisionais, mas também ao trato com seus servidores. É inacreditável a quantidade de LIXO encontrada dentro das caixas d’água de São Joaquim de Bicas II - desde pedaços de cano, plástico, até pombos mortos.
É inaceitável a negligência desta Secretaria colocando em risco a saúde de seus servidores. Já não bastasse acabar com a saúde mental, agora também querem acabar com a saúde física daqueles que servem o Estado com responsabilidade e comprometimento, que dão seu sangue para “segurar” o Sistema Penitenciário mineiro.
Claro que, assim como encontrado em São Joaquim de Bicas, outras unidades também se encontram na mesma situação. É desprezível este tipo de tratamento que a Secretaria tem dado ao seu servidor, a alta cúpula está pouco se importando com a saúde de quem está nas unidades. Será que a caixa d’água da Secretaria está assim?
Não vamos nos calar! Queremos que todos saibam como estamos sendo tratados. O SINDASP-MG já acionou os órgãos responsáveis pela fiscalização para que esta negligência não passe impune e cobrando providências URGENTES para o caso.

Sindasp - MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.