quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Gaeco investiga organização criminosa que fornecia celulares, drogas e armas para detentos em Valadares; uma pessoa foi presa e quatro conduzidas

Operação Correntes foi realizada nesta terça-feira (12) e segundo as investigações, os agentes estariam negociando aparelhos com os detentos.

Por G1 Vales de Minas

Resultado de imagem para gaeco mg

Uma pessoa foi presa e quatro foram conduzidas coercitivamente durante a Operação Correntes que investiga uma organização criminosa que fornecia celulares, drogas, armas e outros materiais proibidos para detentos da Penitenciária Francisco Floriano de Paula, em Governador Valadares. A ação foi realizada nesta terça-feira (12) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado. Foram apreendidos 18 celulares, 5 notebooks, tabletes, pen drives, uma arma e 78 munições.
As investigações apontaram que agentes penitenciários não só facilitavam a entrada de celulares e drogas na unidade prisional, como também vendiam aparelhos e desligavam o bloqueio de sinal telefônico implantado no local. Por meio do uso dos aparelhos, detentos comandavam atividades criminosas do lado de fora da unidade.
Ainda segundo a apuração do Gaeco, os agentes investigados estariam danificando os telefones públicos da penitenciária para forçar os presos a adquirirem o aparelho. Em um dos celulares apreendidos foram localizadas negociações referentes a depósitos bancários na conta da esposa de um dos servidores.
G1 procurou a Secretaria de Administração Prisional, mas o órgão ainda não se posicionou.
FONTE: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.