quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Réu de primeiro crime de estupro virtual em Minas é julgado em Carmo do Paranaíba

Por Odair Cardoso – Fotos: Gustavo Brito
Foi realizada nessa quarta-feira (23) em Carmo do Paranaíba, a audiência de instrução e julgamento de um caso de estupro virtual, que vitimou pelo menos cinco pessoas, entre elas menores de idade. O suspeito de 19 anos teria criado perfil falso no facebook para se aproximar das vítimas, que foram manipuladas e ameaçadas. Foi a primeira prisão desta modalidade criminal no Estado.
A audiência aconteceu no Fórum Dr. Barcelos em Carmo do Paranaíba, com a participação do Poder Judiciário, Ministério Público, testemunhas e do réu. O processo corre em segredo de Justiça e nenhuma declaração foi dada a imprensa.
O inquérito do caso apurou que I.A.A.A, de 19 anos, após ganhar a confiança dos alvos, exigia, com ameaça de morte, que as vítimas enviassem fotos e vídeos com conteúdo pornográfico. Outra constatação da Polícia é que além de usar perfil falso, o autor sabia onde as adolescentes e jovens moravam, o que as deixava ainda mais coagidas. Uma delas teria inclusive sido perseguida e intimidada pelo réu.
Até o momento foram identificadas cinco vítimas, entre elas mulheres com idades de 16 a 24. A pressão psicológica fez com que uma delas tentasse contra a própria vida. Na época, o computador e celular do acusado foram apreendidos. A perícia verificou que os aparelhos  continham vídeos e fotos supostamente relacionadas a pedofilia, além dos registros das conversas com as vítimas.
O réu responde por crime de estupro virtual, além de extorsão e armazenagem de conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente.
FONTE: PATOS JÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.