terça-feira, 26 de setembro de 2017

SINDASP/MG NORTE PRONUNCIA SOBRE AS CONSTANTES FUGAS NO PRESÍDIO MONTES CLAROS

Fuga aconteceu na madrugada dessa segunda-feira (25); um segundo detento também fugiu e até o fim da tarde não havia sido localizado
 
Uma operação do 50º Batalhão da Polícia Militar, nessa segunda-feira (25), rendeu a captura de um detento, de 31 anos, que havia fugido na madrugada também dessa segunda-feira do Presídio Regional de Montes Claros. Segundo a PM, a prisão aconteceu depois que uma denúncia anônima revelou que o fugitivo estaria escondido no bairro Castelo Branco. Equipes de Tático Móvel e Grupo Especializado de Policiamento em Áreas de Risco (Gepar) foram ao local, onde o homem tentou fugir pulando muros de residências vizinhas, mas preso.
Segundo a PM, a suspeita é que o detento conseguiu fugir do presídio por volta de 2h. Ele estava na companhia de outro detento e ambos estariam internados na enfermaria da unidade prisional, onde quebraram uma parede e tiveram acesso ao pátio externo do presídio. Os dois fugitivos teriam envolvimento com assassinatos, furtos e porte de arma. A ausência de ambos do presídio só teria sido descoberta pela manhã, quando agentes penitenciários faziam a troca de plantão e a contagem de presos.
Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Prisional confirmou que a fuga aconteceu por volta de 2h30 e identificou os fugitivos como Rafael Henrique Silva Ferreira, de 24 anos, e Claudio da Silva Ferreira, de 28 anos – que já foi recapturado. “O Registro de Eventos de Defesa Social foi realizado pela Polícia Militar. A direção da unidade instaurou procedimento interno para apurar as circunstâncias da fuga e as investigações ficam por conta da Policia Civil”, disse a nota da secretaria.

PROTESTO | 
Através de seu Diretor Regional, Uarlei Soares Santos, o Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de Minas Gerais comentou o ocorrido. Segundo ele, essa já é a terceira fuga do Presídio Regional em um ano. “Com essa fuga totaliza-se 13 detentos na rua, o que ameaça a sociedade de bem. Infelizmente a politicagem trava as boas mudanças em nossa pasta, depreciando assim a imagem do servidor prisional”, protestou.
A sequência de episódios parecidos na mesma unidade prisional é alvo constante de protestos dos servidores. “Há mais de um ano levamos o assunto ao conhecimento para a cúpula da Secretaria de Administração Prisional face aos problemas de gestão nesta unidade prisional. Sabemos que nas apurações desejaram imputar falhas aos servidores, porém é indiscutível a falta de gestão na unidade”, afirmou Santos, fazendo referência ao mais grave déficit de agentes penitenciários da história do Estado. “Não há previsão de concurso público e infelizmente a lotação de presos só aumenta”, alerta.
O diretor ressaltou ainda: “O que mais necessitamos é de uma intervenção administrativa da Secretaria de Administração Prisional. Os servidores laboram desanimados com a gestão que só sobrecarrega o profissional”.

Resultado de imagem para gazeta norte mineira

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.