terça-feira, 6 de junho de 2017

EXECUÇÃO DE QUALQUER AGENTE PENITENCIÁRIO "PODERÁ" CAUSAR SUSPENSÃO DE VISITANTES DOS PRESOS AS UNIDADES PRISIONAIS POR NO MÍNIMO 30 DIAS

Em ofício encaminhado ao secretário de Estado da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, o presidente do Sindasp-SP, Daniel Grandolfo, solicitou que, em caso execução de qualquer agente de segurança penitenciária (ASP), sejam suspensas por 30 dias as visitas em todas as unidades prisionais.
De acordo com Grandolfo, ele se baseou em decisão tomada pelo Ministério da Justiça, que suspendeu por 30 dias as visitas nos quatro presídios federais do país, Catanduvas-PR, Campo Grande-MS, Porto Velho-RO e Mossoró-RN.
No documento enviado ao secretário, o presidente do Sindasp-SP pede que “o modelo de punição aplicado nesses Estados, seja também estabelecido quando o fato ocorrer com os Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo”, descreve Grandolfo no ofício enviado ao secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.