sexta-feira, 12 de maio de 2017

CELULAR DENTRO DO PRESÍDIO REGIONAL TORNA-SE UMA ARMA LETAL NA MÃO DE UM PRESO, QUE MANDA EXECUTAR UMA VÍTIMA DE FACÇÃO RIVAL NO BAIRRO JARDIM ALVORADA EM MONTES CLAROS

De dentro da cadeia homem comanda o tráfico e manda matar jovem

FOTO: MAURO MIRANDA

Dois homens, de 19 anos, foram presos após serem identificados como os autores do homicídio cometido contra um jovem, de 18 anos, na noite desta quinta-feira (11), na Avenida Norte, bairro Jardim Alvorada, em Montes Claros. O surpreende é que ao serem presos eles disseram que a ordem do homicídio partiu de um homem que está preso e eles mantinham contato toda semana.
Algumas pessoas que estavam no momento do crime viram quando os dois autores, Igor Santos Antunes, conhecido como “menor” e Maicon Douglas Barbosa Santos, apelidado de “Dodô” chegaram em uma bicicleta e logo depois efetuaram os disparos contra a vítima,  Victor Gabriel Saldanha.
Tanto a vítima, quanto os dois homens possuem passagens pela polícia por tráfico de drogas, o único que se envolveu em outro tipo de crime é o Maicon Douglas que possui passagem por outro homicídio.
O tenente da PM, Luís Eustáquio Campos de Oliveira Soares disse que “a forma que os autores encontraram para identificar quem estava comercializando as drogas, foi simular que estavam procurando e ao identificaram eles mataram”, completa.
O responsável por atirar foi o Maicon Douglas, que efetuou quatro disparos, dois deles acertaram a vítima.
Segundo a PM, Victor Gabriel Saldanha foi assassinado por dois disparos no tórax, mas o Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) informou que quando uma equipe chegou ao local, o rapaz já estava morto por um disparo na axila.
Testemunhas passaram quem seria os autores e de posse das informações os militares iniciaram o rastreamento.  Igor Santos foi encontrado escondido dentro da casa de uma tia, no bairro Boa Vista. Os policiais já tinham ido até a casa dele no bairro Cintra e depois na casa da namorada dele, onde foram informados de que um taxista estava indo encontra-ló na casa da tia.Já o segundo envolvido, foi preso na casa  dele, no bairro São Lucas.
Dentro da residência de Maicon Douglas os policiais encontraram a arma utilizada no crime, um revólver calibre 32 de fabricação argentina, 400 gramas de drogas e ainda uma balança. Ele era o responsável por vender os entorpecentes de Wellington Oliveira.
A motivação do crime seria uma disputa pelo tráfico, uma forma de eliminar a concorrência, além disso, a vítima era de uma facção rival da do mandante do crime, Wellington Oliveira Veloso, conhecido como “buda”, que está detido no Presídio Regional de Montes Claros, onde cumpre pena por tráfico de drogas e homicídios. Mesmo preso, de dentro da cadeia ele continua comandando o tráfico de entorpecentes na região dos bairros Santa Rita e Cintra e outros crimes, como este homicídio. 
Os dois presos disseram que mantinham contato com Wellington Oliveira. 
“Eles informaram que tinham contato semanalmente com o mandante, provavelmente por telefone, pelo whatsapp”, disse o policial Victor Gabriel Saldanha.
O crime foi registrado pela PM, ás 20h11 e por volta de 1h, desta sexta-feira (12), os dois homens já estavam presos e os materiais encontrados apreendidos.
“Foi um esforço muito grande, o que foi essencial foi à participação dos populares que passaram informações e conseguimos identificar e fazer o nosso trabalho”, finaliza o policial.
O caso será repassado à Polícia Civil para continuidades das investigações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.