quarta-feira, 31 de maio de 2017

CCJ aprova PEC que cria polícias penais nos níveis federal, estadual e distrital


A PEC 14/2016, aprovada nesta quarta-feira (31) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), atribui aos agentes penitenciários os direitos inerentes à carreira policial. A PEC segue para análise do Plenário.

Criação de polícias penais de municípios, estados e da União é aprovada pela CCJ






Visitas suspensas em presídios federais por 30 dias após morte de servidora federal

Resultado de imagem para agente penitenciario federal

O Ministério da Justiça suspendeu, por 30 dias, as visitas nos quatro presídios federais do país.

A decisão é do diretor-geral do Departamento Nacional de Polícia Penitenciária Marco Antônio Severo e entrou em vigor ontem (publicação em anexo).


Fontes da Rádio BandNews FM revelaram que a medida foi tomada por conta da execução de dois funcionários de presídios federais, crimes que teriam sido encomendados pelo PCC para "demonstrar força".

“Autorizo a suspensão das visitas sociais e íntimas, pelo prazo de 30 dias, com base nas possibilidades normativas elencadas no referido memorando, a começar pelo dia 29/05/2017, em todas as Penitenciárias Federais que compõe o Sistema Penitenciário Federal”, determinou o gestor.

A medida vale para as unidades administradas pelo governo federal nas cidades de Catanduvas-PR, Campo Grande-MS, Porto Velho-RO e Mossoró-RN.

A psicóloga do Presídio de Catanduvas Melissa Almeida foi assassinada quando chegava em casa, na cidade de Cascavel.

Bandidos armados com fuzis abordaram o carro onde ela estava com o marido, um policial civil, que conseguiu matar dois criminosos, mas foi baleado e segue internado em estado grave.

O outro caso aconteceu em Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde um agente penitenciário foi executado, dentro de um bar.

Fonte: Band news

🚨 ATENÇÃO AGENTES PENITENCIÁRIOS DE MONTES CLAROS E REGIÃO🚨



O SINDASP MG por meio da  FUTURA SUBSEDE NORTE  convoca todos (as) Agentes Penitenciários de MONTES CLAROS e região, para a grande marcha em prol do respeito e valorização de nossa categoria.

A marcha será realizada no dia 06 de junho, às 09hs com concentração na praça da estação em BH e com destino a ALMG, sairemos com uma caravana de MOC.

Interessados enviar nome completo e RG para o SINDASP NORTE.

Juntos somos mais fortes!

SINDASP NORTE SINDASP FORTE

terça-feira, 30 de maio de 2017

MANIFESTAÇÃO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO MINEIRO DIA 06 DE JUNHO, ÀS 9h NA PRAÇA DA ESTAÇÃO

A imagem pode conter: texto

SINDASP-MG leva discussão sobre a operação no Ceresp Gameleira ao Judiciário


O SINDASP-MG esteve reunido, hoje (30.05), com o Presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), Desembargador Maurício Soares, o Vice-presidente Financeiro, Desembargador Alberto Diniz, e o Juiz da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte, Dr. Luiz Carlos Rezende, para tratar sobre a intervenção do Ministério Público, com participação da Polícia Militar, no Ceresp Gameleira, ocorrida na última quinta-feira.
O Sindicato, representado pelo Presidente Adeilton Rocha, pelo Vice-presidente Wanderson Costa e pelo Diretor Executivo, Wesley Duarte, deixou claro aos magistrados que a invasão da PM foi realizada de maneira arbitrária e truculenta, sem respeitar os devidos protocolos, causando grande revolta da categoria. Adeilton ressaltou que a SEAP tem sido omissa em diversos pontos, além desta intervenção. Várias pautas têm sido travadas pela Chefia de Gabinete, como é o caso da Lei Orgânica, que permaneceu engavetada por mais de cinco meses pelo Major Edmar.
O Presidente da Amagis demonstrou seu apoio aos Agentes Penitenciários declarando que irá apoiar o pleito da categoria, cobrando o andamento da Lei Orgânica e manifestando-se totalmente contra à condução da operação desencadeada pelo MP no Ceresp Gameleira, sobre a qual nem mesmo o coordenador do Grupo de Monitoração e Fiscalização do Sistema Prisional mineiro, Juiz Wagner Cavalieri, e outras autoridades judiciárias e do MP tiveram conhecimento.
O Juiz Luiz Carlos também alegou ter sido pego de surpresa pela operação. Segundo ele, a Magistrada Drª Patrícia Santos, que expediu o mandado de busca e apreensão, atuou de maneira equivocada. Indignado, Dr. Luiz Carlos comunicou aos presentes que levou o fato à Corregedoria do TJMG.
O Magistrado também informou que o Secretário da SEAP, juntamente com seu Chefe de Gabinete e dos Subsecretários, procurou o Juiz da VEP de Belo Horizonte alegando desconhecimento sobre a intervenção na unidade. O desconhecimento dos gestores da SEAP causou estranheza no Juiz, considerando que o Chefe de Gabinete é um oficial da ativa e deveria estar ciente das operações realizadas pela PM.
O Vice-presidente Wanderson informou que se fez presente na unidade no dia da intervenção no Ceresp e que foi informado, na ocasião, que o MP comunicou o Gabinete da SEAP sobre a operação. Wanderson também alertou que, com esta postura adotada na operação, pode ocasionar um confronto entre duas instituições armadas desencadeando uma tragédia de grandes proporções. O Diretor Wesley reforçou que o sentimento dos Agentes é de indignação e que a categoria não aceitará outra invasão como esta.
Por fim, o Juiz Luiz Carlos e os Desembargadores Maurício Soares e Alberto Diniz parabenizaram o SINDASP-MG pela condução da situação no Ceresp Gameleira e reafirmou seu apoio à categoria em todas as ações do Sindicato em busca da valorização da classe e que não medirá esforços em prol da aprovação da Lei Orgânica dos Agentes Penitenciários.
FONTE: SINDASPMG

PARABÉNS AO DEPUTADO ESTADUAL LÉO PORTELA, TEM PARLAMENTAR NA ALMG QUE É DA CARREIRA DO SISTEMA PRISIONAL E NÃO FAZ UMA DEFESA PARA OS COLEGAS NO PLENÁRIO EM PROL DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DE MINAS GERAIS





LÉO PORTELA NO PLENÁRIO DA ALMG EM DEFESA DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DE MINAS GERAIS

segunda-feira, 29 de maio de 2017

SINDASP-MG comunica o Governador sobre o rompimento com à SEAP através do Deputado Durval Ângelo



Presidente do SINDASP-MG Adeilton Rocha e o Vice-presidente Wanderson Costa estiveram reunidos, hoje (29.05), com o Deputado Durval Ângelo, líder do governo na Assembleia, para informar sobre o rompimento das negociações com a SEAP e comunicar a insatisfação e indignação da categoria com o atual comando da Secretaria. 

Os representantes sindicais deixaram claro ao parlamentar o retrocesso das pautas que vinham sendo tratadas no Comitê Permanente sob o comando do então Secretário Adjunto Robson Lucas, após a chegada do Chefe de Gabinete Major Edmar. Já se passaram quase 10 meses após a assinatura do Termo de Audiência protocolado no TJMG e nenhum dos itens pontuados foram solucionados pelo Governo: “As pautas não têm sido atendidas e são proteladas o tempo todo. Não vemos nenhum empenho da Secretaria para solucionar estas questões, portanto não há mais nenhum motivo para sentarmos com esta atual gestão da SEAP”, afirmou o Presidente do SINDASP-MG. 

A morosidade é ainda menos justificável considerando que 80% das questões são administrativas e não possuem impacto financeiro algum. Com a chegada do Chefe de Gabinete, a situação que já estava ruim ficou ainda pior. Segundo os representantes do Sindicato, a intransigência da chefia de gabinete tem travado todas as negociações, inclusive as que já estavam acertadas com o ex-Secretário Adjunto. Tudo que o Comitê resolvia era inviabilizado pelo Major, como foi o caso da Lei Orgânica e das Carteiras Funcionais que, segundo o militar, são questões de governo e não de classe e não seriam discutidas com a categoria. 

Cansado de ver que todas suas decisões acordadas com as entidades de classe eram barradas pelo Chefe de Gabinete, Dr. Robson pediu exoneração do cargo. Este foi o estopim para que o Sindicato rompesse de vez com a SEAP.

Para agravar ainda mais descrédito do Major, o mesmo autorizou o procedimento realizado na última semana no Ceresp Gameleira, onde a PM tomou conta da unidade em uma operação que demonstrou total desrespeito aos Servidores do Sistema Prisional. Uma ação totalmente arbitrária, com o único objetivo de desmoralizar a categoria, sobre a qual nem mesmo o coordenador do grupo de monitoração e fiscalização do Sistema Prisional mineiro, Juiz Wagner Cavalieri, e outras autoridades judiciárias e do MP foram informados.

Diante do exposto, os representantes do SINDASP-MG solicitaram ao parlamentar que repassasse esta situação e este sentimento ao Governador para que o mesmo tome alguma medida urgente.

Agentes prisionais impedem entrada de celulares no presídio Alvorada



Seis aparelhos de telefone celular e sete baterias foram apreendidos, no sábado (27), por agentes penitenciários no presídio Alvorada, em Montes Claros. De acordo com os agentes responsáveis pelo flagrante, uma varredura de rotina era feita do lado de fora da unidade. Enquanto vasculhavam a muralha, os agentes escutaram um barulho suspeito, vindo de uma das ruas laterais. A equipe C do turno passou a averiguar a situação e encontrou, já sobre um telhado do presídio, uma espécie de bola de espuma, dentro da qual estavam os objetos.
Segundo os agentes, se chegassem a ser resgatados por detentos, os aparelhos possivelmente seria comercializados na unidade e já teriam ‘destinatário’ pré-definido. O homem que arremessou os celulares chegou a ser visto fugindo, porém, não foi identificado e encontrado. Os objetos, parte deles danificados e quebrados, foram entregues ao delegado de plantão. A suspeita é que os aparelhos sejam roubados.

Fonte: http://www.gazetanortemineira.com.br/noticias/seguranca-publica/agentes-prisionais-impedem-entrada-de-celulares-no-presidio-alvorada

Agentes Penitenciários apreendem "DRONE" no Presídio Regional de Montes Claros


Agentes penitenciários conseguiram apreender um drone que sobrevoava o Presídio Regional de Montes Claros, no Norte de Minas, na tarde desta segunda-feira (29). O drone carregava três aparelhos celulares dentro de uma sacola.
Os operadores do aparelho conseguiram fugir. Eles, segundo os agentes, operavam o aparelho em um barranco que fica próximo à unidade prisional.
Um procedimento interno foi instaurado pela administração do presídio. A Secretaria diz que o caso será investigado pela Polícia Civil.

Crise institucional provoca a saída do Secretário Adjunto

Resultado de imagem para crise

O governo prefere virar a página, mas as constantes brigas internas entre o Chefe de Gabinete Major Edmar e o ex-Secretário Adjunto, Robson Lucas foi estopim para o pedido de exoneração do AGE.

Os ânimos acirraram-se quando o Dr. Robson se posicionou contrário quanto a forma de condução das negociações com as entidades de classe.

Contrário à posição do militar, que insistia veementemente em trazer coisa pronta para a mesa de discussão com as entidades, o Dr. Robson começou a incomodar quando sugeria a participação da parte interessada.

Entenda o caso:

O Chefe de Gabinete, Major Edmar, criou uma série de protocolos militares na pasta, dentre eles, limites de acesso aos assuntos interesses da classe, como a Lei Orgânica e a Identidade Funcional. Para o militar esses assuntos são de governo e não de classe - posição clara na penúltima reunião do Comitê.

Conduzindo a pasta na clássica visão militar, onde "praça é praça e oficial é oficial", "limitando o convívio em alojamentos diferenciados", alicerçado no categórico CUMPRA-SE, o Chefe de Gabinete com plenos poderes cansou o ex-Secretário Adjunto.

Com o a saída do Dr. Robson o caminho está livre para o militar. Certamente os nossos pleitos encontrará barreiras e muita procrastinação.

A quem interessa um Sistema Prisional forte?

Historicamente nunca vimos um oficial da ativa encabeçando pleito de agente penitenciário, pelo contrário, o militar Chefe de Gabinete pregador da valorização em nome do Secretário, engavetou a nossa Lei Orgânica e desconfigurou a nossa Identidade Funcional.

Por essas razões o Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciários não aceitará interlocução do senhor Major Edmar nos assuntos referentes a pauta de reivindicações da categoria. Nesse mesmo entendimento, buscaremos a intervenção do Governo nos impasses trazidos pelo Chefe de Gabinete da SEAP.

Adeilton de Souza Rocha
Presidente
Resultado de imagem para sindasp mg

OPERAÇÃO PENTE FINO NO CERESP DA GAMELEIRA PELO MPMG. SERIA AMADORISMO OU JOGADA POLÍTICA?

        

Habitualmente assistimos nos noticiários e matérias em vários portais de noticias, operações conjuntas do Ministério Publico Federal junto a Policia Federal em Curitiba e no Brasil sob a autorização do Juiz Sergio Moro, conhecidas mais como desmembramentos da OPERAÇÃO LAVA JATO. Mas o que se tem em comparação a operação executada no CERESP  DA GAMELEIRA e as ocorridas na LAVA JATO? Vejamos: o rito principal “inteligência”, isso mesmo, nas operação coordenadas pelos procuradores de Curitiba, trabalharam com informações consistentes, alvos certeiros, materialidade de fato do delito cometido, enfim não denegriram instituição e sim os que realmente cometeram crimes e o que assistimos no dia 25 de maio de 2017, na Operação Conjunta do Ministério Público de Minas Gerais, foi uma generalização total de uma classe trabalhadora que infelizmente com já se torna estereotipo de alguns, digo de alguns promotores de Direitos Humanos que todo Agente de Segurança Penitenciário é um “BANDIDO TORTURADOR”, sem analisar o real potencial deste profissionais, que no dia-a-dia, além de manter a ordem e disciplina nas unidades prisionais também ressocializa senhores promotores, mas voltado ao antigo pensamento de para algubs o Agente Penitenciário é UM CAPITÃO DO MATO (pretendiam impedir fugas das fazendas e também impor o medo nos escravos caso tivessem interesse em fugir de seus cativeiros.), por isso tem que se expedir mandado coletivo de busca e apreensão, pois a sociedade não vai se importar, somos promotores de Direitos Humanos. Mas eu indago algumas  perguntas, depois de uma desastrosa operação utilizando um forte aparato da nossa tão respeitosa e profissional que se destaca muitos anos pela sua atuação profissional e comprometida com a sociedade mineira, a POLICIA MILITAR, que estava cumprindo ordens, claro “ordens judiciais não se discute se cumpre”, falas de grandes juristas brasileiros. Faço poucos questionamentos vitais e obvios para profissionais atuantes no âmbito dos Direitos Humanos, que talvez não terei respostas e muito menos outros Agentes:
Policiais na entrada do Ceresp Gameleira, na Região Oeste de Belo Horizonte (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press

1º - Teria o Ministério Publico, buscado informações com a própria da SEAP em conjunto com a Corregedoria, inteligência Priasional e em conjunto com a da Policia Civil e também da Policia Militar para verificar quem realmente são os Agentes de Segurança Penitenciários que estariam executando crimes no CERESP da GAMELEIRA ou seria menos trabalhoso e viável generalizar todos os profissionais que prestam serviços nesta Unidade Prisional? Já pensou se isso vira moda??? Vai ter muitas unidades com intervenção parecidas então?
2º - Haveria realmente somente o interesse em prender Agentes que estariam cometendo desvios de conduta ou na realidade “CHAMAR ATENÇÃO DA IMPRENSA E DO PAÍS” da desorganização de uma segunda maior força de segurança do Estado de Minas Gerais, isso em números estamos apenas atrás da Policia Militar. Seria um intuito interno de alguém ou de um pequeno grupo na Cúpula da SEAP, já que dias antes foi pedido a demissão do Secretário Adjunto, Dr. Robson Lucas da Silva sem explicação para a classe profissional que o tanto respeita e tem conhecimento de sua busca pela humanização e qualificação junto ao Secretario o Dr. Francisco Kupidlowski, que em áudio circulados nos grupos sociais versando a humanização e qualificação do Agente de Segurança Prisional, que sempre demonstrou atenção para nossa classe, assim como seu subsecretario Dr. Washington Clark, a subsecretária de Humanização do Atendimento, Emília Castilho; o subsecretário de Gestão Administrativa, Logística e Tecnologia, Wilson Gomes e a corregedora da SEAP, Katiúscia Fernandes e não esquecer claro da nossa Superintendente de Segurança Dra. SARA SIMÔES, que veementemente tema atuado de forma profissional e dedicação pessoal, porque digo dedicação pessoal? Quando atendido com muita atenção e respeito em seu gabinete, ela me disse uma frase que me trouxe muita satisfação e nunca teria escutado de muitos em seu patamar dentro da alta cúpula da SEAP, tais falas foi:  “Sei do que se passa num pavilhão de presídio, e reconheço as dificuldades e estarei buscando o melhor nesta nova pasta para melhorar a vida dos nossos colegas de trabalho. Estou como Superintendente, mas sou Agente de Segurança Penitenciaria”.
         3a - Tratar com dignidade, respeito, defender a ampla e contraditória defesa do cidadão brasileiro seria atos de DIREITOS HUMANOS, defenda também senhores promotores os direitos dos Agentes Penitenciários trabalhadores e não nos generalizem com o pensamento condenatória sem avaliar as consequências que pode gerar uma operação orquestrada para a imprensa geral. Queremos respeito e isso é o principal papel de uma instituição que defende legalmente a imparcialidade e dignidade humana, senhores promotores de Direitos Humanos. 
Entretanto me pergunto caros colegas com toda essa equipe que citei que compõem a SEAP, onde estamos vendo atitudes dignas de uma verdadeira limpeza no sistema nas publicações no próprio IOF,  de portarias de investigações coordenados pela Dra Corregedora e exonerações de gestores ditadores, como vimos recentemente esta semana, em qual seria o verdadeiro interesse dos olofotes da imprensa ao fazer aquela palhaçada no dia 25?
A quem interessa denegrir não somente a imagem dos Agentes de Segurança Penitenciário generalizadamente não buscando de forma imparcial e profissional os verdadeiros profissionais com desvios de conduta como toda corporação policial faz? Seria uma manobram de algum ou de alguns de dentro do próprio gabinete da SEAP, com o intuito de alegar que estes profissionais citados que orquestram profissionalmente suas atribuições, parecendo nesta atitude do ultimo dia 25, que não tem capacidade de gerir a nova Secretaria de Administração Prisional, cito como exemplo a busca por atenção de alguns no fato que ocorreu  num debate tão banal que foi a confecção da nova identidade funcional, onde um assessor gerou polêmicas de toda forma indo contra um colegiado,  procurando afrontar em todo momento? Será que busca-se militarizar a alta Cúpula da SEAP? Eis uma pergunta que não se cala.
         Termino dizendo uma frase da musica "Cuidado do Frejat, da banda Barão Vermelho”:
Com quem você anda?
Com quem você vive?
Com quem você fica?
Com quem você se envolve?

Cuidado
Cuidado
Se não você dança (2x)

Cuidado

FONTE: http://brunotomg.blogspot.com.br/2017/05/operacao-pente-fino-no-ceresp-da.html?m=1

domingo, 28 de maio de 2017

AGENTES REVISTAM A GAMELEIRA E ENCONTRAM DROGAS UM DIA APÓS PM EXECUTAR OPERAÇÃO CINEMATOGRÁFICA, EM MG

A imagem pode conter: comida

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Agentes Penitenciários realizaram operação bem planejada e executada, resultando em grande apreensão de drogas (8 Kg), celulares e armas no presídio CERESP GAMELEIRA hoje 27/05.
Um dia antes, a PM realizou uma operação que gerou revolta no Sistema Prisional de Minas Gerais, onde juízes e promotores da região metropolitana afirmaram que nem sabiam da operação arquitetada pelo MP e PM.
Hoje, em forma de protesto e na intenção de mostrar QUEM MANDA na unidade e QUEM REALMENTE SABE trabalhar neste ambiente, os agentes penitenciários montaram uma força tarefa e refizeram as revistas.
Isso sim é uma operação bem executada, inteligente e feita por Agentes Penitenciários, profissionais que merecem respeito.

MOBILIZAÇÃO EM RESPOSTA A OPERAÇÃO DA PM NA GAMELEIRA 30/05, ÀS 9h e 30mim - TERÇA-FEIRA

sábado, 27 de maio de 2017

Entidades de classe contra ação no CERESP GAMELEIRA


Compre sua carteira e distintivo na Loja D'POLICE



ATENÇÃO NOVOS AGENTES PENITENCIÁRIOS NOMEADOS! COMPRE JÁ SEU UNIFORME NA LOJA D'POLICE QUE ESTÁ COM O MELHOR PREÇO

PROMOÇÃO DE UNIFORMES E ARTIGOS CIVIL E MILITAR - PARCEIRO BLOG DO ALEXANDRE GUERREIRO


PROMOÇÃO DO UNIFORME CAMUFLADO R$ 305,00

ADQUIRA JÁ SEU CINTO DE GUARNIÇÃO COMPLETO E COLDRE COM TRAVA - PREÇO PROMOCIONAL NO COMERCIAL SÃO JOSÉ

CONTATOS DE VENDAS: (31) 9.9981-5990 "Whatsapp"
César





AINDA SOBRE O OCORRIDO NO CERESP GAMELEIRA - SINDASP-MG NA LUTA EM DEFESA DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS DE MINAS GERAIS


SINDASP-MG, O QUE SERÁ FEITO DEPOIS DESSE FATO REPUGNANTE QUE EXPÔS, DE FORMA GENERALIZADA, TODOS OS AGENTES PENITENCIÁRIOS?

O SINDASP-MG REPRESENTANTE LEGÍTIMO DA CATEGORIA TEM QUE TOMAR PROVIDÊNCIAS COMPATÍVEL COM O DANO " MORAL" CAUSADO, TEM QUE SER FIRME DIANTE DESSA ABERRAÇÃO!

DAREMOS TOTAL APOIO AO SINDASP PARA QUE SEJAM APURADOS TODOS OS ABUSOS COMETIDO POR PARTE DESSA DESASTROSA OPERAÇÃO, QUE MOBILIZOU MAIS DE 300 PMs PARA APREENDER 100 GRAMAS DE MACONHA.


A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 7 pessoas

JUIZ DE DIREITO MANIFESTA OPINIÃO DA OPERAÇÃO DO PRESÍDIO GAMELEIRA

 Resultado de imagem para SIMBOLO DO JUIZ DE DIREITO



SINDASP-MG EM AÇÃO


SINDASP-MG anuncia fim das negociações com o Governo na Mesa de Negociação Sindical


Resultado de imagem para sindasp mg
Foto: Adeilton Rocha - Presidente do SINDASP-MG


Representantes sindicais de diversas categorias estiveram reunidos hoje (26.05) em mais um encontro da Mesa de Negociação Sindical com o Assessor de Negociações Sindicais da SEPLAG Carlos Calazans e da Subsecretária de Planejamento e Gestão Warlene Salum. Mais uma reunião "vazia", sem soluções ou notícias relevantes.

Na oportunidade, o Presidente do SINDASP-MG Adeilton Rocha anunciou que não participará mais do Comitê Permanente de Entidades de Classe dos Servidores do Sistema Prisional sob o comando do Major Edmar, chefe de Gabinete da SEAP: "Não vamos negociar com alguém autoritário, que não ouve a categoria e apenas quer impor suas decisões", afirmou Adeilton.

O Presidente também ja avisou o Assessor que a categoria irá para o embate. Segundo ele, com todas as pautas paradas, sendo elas 90% administrativas sem impactos financeiros, a categoria nao vai aceitar mais a indiferença do Governo: "Se vocês têm armas, nós também temos. Se vocês têm coragem, nós também temos. E nós somos muitos", enfatizou Adeilton.

Durante o encontro, a única novidade, que sequer atinge os Agentes Penitenciários, foi o aumento de R$5,00 no vale-alimentação dos servidores, que o Diretor do Sindpublicos Geraldo classificou como insignificante perto da dívida do Governo para com o servidor que está há mais de quatro anos sem aumento de salário.

Por fim, o Assessor disse que irá se reunir mensalmente com todas as entidades e também periodicamente com cada categoria.

Adeilton informou que a categoria já está com tolerância zero e que não irá mais esperar que destas reuniões saiam soluções.

FONTE: SINDASP-MG
Resultado de imagem para sindasp mg

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Três detentos fogem da cadeia de Perdizes (MG) Furaram um buraco e pularam o muro



PERDIZES (MG) - Na quarta-feira, 24/05, por volta das 21h30m, fugiram 03 presos da cadeia publica de Perdizes/MG. Segundo os Agentes Penitenciários informaram a Polícia Militar, três detentos que estavam juntos em uma cela, fizeram um buraco na parede que dá acesso ao pátio da cadeia e depois pularam o muro.

Os fugittivos são:

•    Ronan Sousa Soares de 36 anos 
•    Evilazio Francisco da Conceição de 27 anos
•    Edevaldo da Silva Leite de 33 anos 

A Policia Militar juntamente com a Policia Civil e os Agentes da SUAP seguem fazendo rastreamentos na intenção de localizar os fugitivos. Qualquer informação que possa ajudar a policia na recaptura dos presos entrem em contato de imediato nos telefones:

Policia Militar
190 ou 3663-1310

Policia Civil
197 ou 3663-1375

https://www.patrocinioonline.com.br/noticia/tres-detentos-fogem-da-cadeia-de-perdizes-mg-18812.html

🚔SINDASP-MG INFORMA SOBRE CUMPRIMENTO DE ORDEM JUDICIAL EXECUTADO COM INTERVENÇÃO DO MP E PM 🚔



🚔SINDASP-MG INFORMA SOBRE CUMPRIMENTO DE ORDEM JUDICIAL EXECUTADO COM INTERVENÇÃO DO MP E PM 🚔

O SINDASP-MG ENCONTRA-SE NO CERESP GAMELEIRA DEVIDAMENTE REPRESENTADO PELO VICE-PRESIDENTE SR. WANDERSON, ASP DAMIÃO E DEPARTAMENTO JURÍDICO DA ENTIDADE, PARA SABER DA LEGALIDADE DA AÇÃO E FISCALIZAR POSSÍVEIS ABUSOS DE AUTORIDADE.

ATT SINDASP-MG NA LUTA PELOS DIREITOS DA CATEGORIA!

JURÍDICO DO SINDASP/MG - NORTE INFORMA:



Viemos trazer informação de suma importância do Departamento Jurídico do SINDASPMG - NORTE.

Desde 08/2015 foi criado o Juizado Especial da Fazenda Pública, onde as ações contra o Estado com valor inferior a R$ 56.220,00 devem ser ajuizadas.

Porém, o processo no Juizado Especial não é eletrônico, a citação do Estado demora mais de 1 ano.

As ações dos Presídios de Grande Porte, que forem ajuizadas até 31/05, ainda vão ser distribuídas na Vara de Fazenda da Justiça Comum, no processo eletrônico, o que torna o processo mais célere.

Quem ainda não ajuizou o pedido de Adicional de Local de Trabalho, do período anterior a Lei 21333/2014, deve ajuizar até 31/05, para que o processo tenha uma tramitação mais acelerada.

Para mais informações estou a disposição.
SINDASPMG - NORTE
Dr. ADILSON JÚNIOR
(38)9.9857-0502 Whatsapp

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Acordo entre SEAP e PMMG permite treinamento de agentes de segurança penitenciários no interior


SEAP E PMMG CELEBRAM PARCERIA PARA ACELERAR O TCAF DOS AGENTES DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIO


O Governo de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Administração Prisional, dá mais um passo importante para a valorização dos servidores da SEAP, qualificando os Agentes de Segurança Penitenciários com o Treinamento com Arma de Fogo. O TCAF é condição para que os agentes efetivos possam portar arma de fogo e desempenhar suas funções com a eficácia que caracteriza o Sistema Prisional mineiro.


Na Capital e na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o treinamento vem ocorrendo regularmente na Academia do Sistema Prisional. Para que o TCAF alcance todos os Agentes de Segurança Penitenciários, foi assinado hoje, dia 24 de maio, no Gabinete do Comandante-Geral da Polícia Militar, um Acordo de Cooperação Técnica para que o curso seja realizado em Unidades da PMMG. A Polícia Militar vai disponibilizar policiais para atuarem como professores de armamento e tiro, salas de aulas e estandes de tiro. A SEAP vai viabilizar todo o material necessário à execução do TCAF e convocará os Agentes de Segurança Penitenciários de acordo com a RISP e seguindo um cronograma de atividades coordenado pela Academia do Sistema Prisional.
Para o Secretário de Estado de Administração Prisional, Desembargador Francisco Kupidlowski, “todo o esforço da SEAP nas tratativas com a PMMG será recompensado com a presença de homens e mulheres ainda mais preparados para o cumprimento de tão nobre missão, que se traduz em dar efetividade às decisões judiciais no acautelamento de pessoas tendo, como meta, a segurança e a humanização nas Unidades Prisionais”. O Secretário destacou ainda que “para se chegar a este momento, a equipe da SEAP, orientada pelo Chefe de Gabinete e pelos incansáveis integrantes da Academia do Sistema Prisional, empenhou-se com afinco e, agora, é hora de colocar em prática todo o planejamento”.
Para o Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel PM Helbert Figueiró de Lourdes, “o Acordo de Cooperação Técnica fortalece ainda mais as relações institucionais entre a PMMG e a SEAP. A Polícia Militar jamais deixaria de atender a uma demanda tão importante para o Sistema Prisional, para o Estado de Minas Gerais e - principalmente - para os Agentes de Segurança Penitenciários. É uma necessidade que diz respeito ao Poder Executivo Estadual e, como instituição de Estado, a PMMG caminhará com a SEAP. Nossos professores de armamento e tiro estão prontos para contribuir na qualificação dos Agentes de Segurança Penitenciários. E nossos quartéis estarão sempre de portas abertas para a Secretaria de Administração Prisional.”. Na ocasião, o Coronel Helbert fez questão de destacar o esforço do Chefe de Gabinete da SEAP. “Os contatos do Major Edmar junto à Polícia Militar deram agilidade na tramitação do Acordo de Cooperação Técnica, culminando com as assinaturas hoje”, comentou o Comandante-Geral.

FONTE:  SEDS MG

Trabalhadores Penitenciários chegam à grade posicionada em frente ao Palácio do Planalto e encontram barreira policial.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, céu e atividades ao ar livre
Créditos: Sifuspesp Sindicato

Conforme informação do site “Metrópoles”, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal declarou na terça-feira, 23/05, que haveriam “cordões de policiais militares próximos aos ministérios e à Catedral” e que as abordagens seriam feitas “especialmente no início do ato, no momento em que os manifestantes estivessem chegando à Esplanada”.

Manifestantes do Sifuspesp e de outros sindicatos enfrentam a força policial que tenta afastá-los com gás de pimenta, mas a situação ainda está sob controle.

Não devemos acreditar nos discursos fáceis dos meios de comunicação que a todo o tempo tentam incriminar e diminuir nossa luta. Nosso movimento é pacifista e de luta por direitos. Mais do que nunca necessitamos do apoio de nossa categoria. Os meios de comunicação e o governo tentarão gerar discursos que criminalizam nossa luta. Mas nós temos compromisso e palavra. #ForaTemer#PoliciaPenal #ContraPEC287

"Não sou candidato a nada", disse Alexandre Guerreiro sobre eleição 2018

A imagem pode conter: 1 pessoa
Alexandre Guerreiro foto facebook

Por Fernando Queiroz

O blogueiro Alexandre Guerreiro negou que pretenda se candidatar à Deputado Estadual em 2018. Essa é a primeira vez que ele se pronuncia sobre o assunto após seu nome ser cogitado em grupos de "Whatsapp" para a próxima eleição. Amigos próximos, colegas e familiares, no entanto, já tinha negado os rumores.
"Não sou candidato a nada. Mas também não vou deixar de me envolver e de me dedicar à transformação da minha profissão", disse Guerreiro, em um evento na Universidade Estadual de Montes Claros" desta terça-feira, 23.
No evento, o blogueiro explicou que conhece os vários contrastes do SISTEMA PRISIONAL DE MG, por isso, gosta de discutir melhorias e projetos para a categoria. Ele acredita que por conta disso, seu nome acabou surgindo como um possível candidato. Alexandre esclarece que quer continuar nos bastidores, discutindo política.
"A política não se resume a partidos, mandatos ou cargos. Sinto-me honrado de participar das LUTAS SINDICAIS, sou membro do SINDICATO DOS AGENTES DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIO DE MINAS GERAIS, e na política pelo simples fato de estar preocupado em discutir ideias, publicar notícias, interagir e conectar pessoas, apoiar causas e, principalmente, poder usar da visibilidade e do crédito que conquistei com muito trabalho para apontar a direção que entendo ser melhor para o conjunto", disse.

SINDASPMG-NORTE DE MINAS

INFORME SINDASPMG - AS ARTICULAÇÕES COMEÇARAM CEDO NESTA QUARTA-FEIRA (24), em Brasília DF

Os presidentes sindicais do Sistema Penitenciário Brasileiro estão na capital do país, o Sistema Prisional de MG representado pelo Presidente do SINDASP-MG.


A esquerda o Presidente da FENASPEN Fernando Anunciação e a direita o Presidente do SINDASPMG Adeilton Rocha.


segunda-feira, 22 de maio de 2017

Após explosão, 30 presos fogem do presídio de Pedrinhas; 2 são mortos

SINDASPMG - NORTE INFORME:



Atualização 21/05/2017

O Departamento Jurídico do SINDASPMG está em Montes Claros desde à última sexta-feira, o advogado Dr. Adolfo está estruturando o intercâmbio em Montes Claros, o Dr. Adolfo mantém seu Escritório de Advocacia Criminal  por conta de uma equipe unida e experiente, com vasta atuação em todo o Brasil. No transcorrer desta tarde de segunda-feira trataremos nivelamento jurídico com o Dr. Adilson Júnior, local em que sediará as instalações da SUBSEDE SINDASPMG NORTE. O Damião, Alexandre Guerreiro e Uarlei estão buscando alianças com SINDICATOS locais para garantirmos a REPRESENTATIVIDADE CLASSISTA para os AGENTES PENITENCIÁRIOS NORTE MINEIRO.

Att.

SINDASPMG NORTE

domingo, 21 de maio de 2017

SINDASPMG EM MONTES CLAROS

O Departamento Jurídico do SINDASPMG ESTÁ EM MONTES CLAROS


A esquerda Agente Mateus Talibã e a direita o Dr. Adolfo (advogado)

O Dr. Adolfo advogado responsável pelo Departamento jurídico do SINDASP-MG, encontra-se em Montes Claros, o qual está reunindo com filiados na missão de prevenção e proteção dos direitos dos filiados. Todavia o SINDICATO na pessoa dos membros da entidade estão recebendo demandas para fins e providências.

As reuniões estão sendo agendas por Alexandre Guerreiro e Uarlei Santos que estão empenhados para a construção da SUBSEDE SINDASPMG - NORTE. Uarlei Santos, Alexandre Guerreiro, Damião e Dr Adolfo reuniram-se com lideranças sindicais da cidade para divulgação, apresentação e parcerias. Portanto, nós contamos com o apoio dos colegas para somarmos forças  na região para reivindicarmos nossa LEI ORGÂNICA, APOSENTARIA ESPECIAL e POLÍCIA PENAL.

Vamos LUTAR juntos, filie-se no SINDASPMG!

SINDASP-MG em Montes Claros