quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Presos jogam urina e fezes em agentes durante motim em Juiz de Fora

Quatro presos da Penitenciária Professor Ariosvaldo Campos Pires incitaram os colegas a realizarem um motim na unidade, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, nessa terça-feira (31). Os detentos arremessaram fezes e urina nos agentes penitenciários, e colocaram fogo em colchões. Não há registro de fugas.
O diretor na penitenciária chamou a Polícia Militar (PM), após perceber o descontrole. Ele contou que por volta das 17 horas, no procedimento de finalização do banho de sol e direcionamento de presos às suas celas, alguns homens das celas 04 e 05 contestaram as determinações do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) do Sistema Prisional para manter a ordem no interior do pátio.
Os homens começaram a xingar os agentes penitenciários e iniciaram incitação a todo o pavilhão 03 para o motim. Uma desordem começou e contou com xingamentos, ameaças de morte, fogo em colchões e arremesso de urina e fezes. Os quatro líderes da rebelião precisaram ser imobilizados para que as agressões cessassem. 
O GIR adentrou as galerias e conseguiu restabelecer a ordem, usando jatos de pimenta, granadas de efeito moral e disparos de calibre 12, balas antimotim.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que o motim durou cerca de 1h30. "Durante a contenção, seis detentos sofreram escoriações e foram atendidos no setor de saúde da própria unidade. A direção da Penitenciária abriu uma investigação preliminar interna para apurar se houve ilícito administrativo no caso".
FONTE: OTEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.