terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Marcos Valério desconfia de agentes penitenciários e pede ajuda ao STF

Marcos Valério afirmou que sua delação corre risco caso ele não seja transferido para outro presídio.


A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado

O operador do Mensalão, Marcos Valério, por intermédio do seu advogado, Jean Robert Kobayashi Júnior, enviou um documento para o Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a troca urgente de presídio. De acordo com Valério, a sua delação corre risco de ter sérios vazamentos, pois os agentes penitenciários vivem folheando os cadernos com suas anotações e isso não pode acontecer, pois as informações escritas estão sob sigilo.
Marcos Valério também criticou a pouca segurança para ele no presídio, pois ele acaba sendo alvo de detentos que convivem com pessoas que serão delatadas. Segundo informações, já existem 78 anexos prontos da delação e que complicarão a vida de figuras políticas de destaque.
O operador do Mensalão foi condenado a 37 anos e cinco meses de #Prisão. Ele começou a cumprir a pena em novembro de 2013. O documento enviado ao STF pede que Valério seja transferido do presídio Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais, para o de Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.