sábado, 31 de dezembro de 2016

FELIZ ANO NOVO - 2017

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, fogos de artifício e texto

FELIZ ANO NOVO


Empresário morto por PRF voltava de balada e foi atingido por quatro tiros

Briga no trânsito foi hoje de manhã, na Avenida Ernesto Geisel


O empresário Adriano Correia, 33 anos, morto por um policial rodoviário federal após briga de trânsito na manhã deste sábado, no Centro de Campo Grande, foi atingido por quatro disparos segundo a perícia. Ele sofreu duas perfurações no tórax, uma na costela e outra no braço direito. O crime aconteceu enquanto vítima e dois familiares retornavam de uma casa noturna onde foram comemorar aniversário. Vídeo feito por testemunhas mostra o desespero dos feridos. Assista abaixo.
Informações da Polícia Civil apontam que o PRF, ainda não identificado, teria disparado pelo menos sete vezes. O caso ocorreu na Avenida Presidente Ernesto Geisel, entre a Rua 26 de Agosto e a Avenida Fernando Corrêa da Costa, quase em frente à Capela da Pax Mundial. No cruzamento da 26 com a Ernesto Geisel, peritos apreenderam sete cápsulas de pistola, e mais uma perto do veículo da vítima. No entanto, o delegado plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro, Enilton Pires Zalla, afirma que o autor puxou o gatilho sete vezes.
Adriano é proprietário do Madalena Restaurante e de uma unidade do Sushi Express. Ele estava na casa noturna com dois homens da família antes de ser morto. De acordo com testemunhas, por volta das 5h50, ele e os acompanhantes seguiam em uma caminhonete Toyota Hilux pela Ernesto Geisel, quando perto do cruzamento com a Avenida Afonso Pena supostamente teriam fechado a Mitsubishi Pajero ocupada pelo PRF. Este, por sua vez, estaria indo para o trabalho, descaracterizado, e não gostou da situação. Por isso, perseguiu Adriano e os demais para tirar satisfações.
Após passar pela Afonso Pena, os veículos pararam e todos desceram para discutir. Um mototaxista que teria flagrado a ação desde o início disse que a vítima pediu desculpas e falou que, caso fosse preciso, poderiam acionar a polícia de trânsito. O PRF, aparentemente alterado, não se identificou em momento algum como autoridade, sacou a arma e passou a ameaçá-los, razão pela qual todos voltaram para a caminhonete e fugiram. O autor foi atrás e atirou pelo menos sete vezes, perto do cruzamento da 26 com a Ernesto Geisel.
Adriano foi atingido, perdeu o controle da direção e quase em frente à Capela da Pax bateu violentamente em um poste. 
Testemunhas que acompanhavam velório na Capela afirmaram terem ouvido o som do disparo e, ao verificar o ocorrido, viram um homem caído fora da Hilux e o PRF chegando logo em seguida em sua Pajero, com a arma em punho. “As outras pessoas estavam gritando e ele desceu armado para atirar, ia matar todo mundo, mas daí ele viu esse monte de gente que saiu do velório, se assustou e guardou a arma”, afirmou uma mulher que presenciou o desfecho dos fatos, mas que preferiu não ser identificada.
Os dois homens, que seriam muito provavelmente parentes de Adriano, foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para a Santa Casa. Um deles foi atingido na perna e o outro teria quebrado o braço em razão da batida. O corpo do motorista ficou no local até a chegada da perícia. Após os tiros, o PRF telefonou para colegas e advogado e foi embora, deixando a Pajero estacionada. Vídeo feito por testemunhas mostram o desespero de uma das vítimas gritando que o PRF matou “seu filho sem motivo” e também implorando para que policiais militares prendessem o autor.

FELIZ 2017 - BLOG DO ALEXANDRE GUERREIRO DESEJA A TODOS!

A imagem pode conter: noite, fogos de artifício e texto

Em plena crise no país, Maranhão é um dos estados mais equilibrados…

Ao contrário do Piauí, Flávio Dino permite ao Estado nomear aprovados em concurso público, mesmo nessa crise


O Jornal Nacional  vem mostrando, em várias matérias, a crise nos estados brasileiros. O Rio Grande do Sul vai pagar o décimo terceiro parcelado em doze vezes; e o salário de dezembro, em duas parcelas. Ainda tem gente que diz que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), não deveria comemorar a antecipação de décimo e pagamento de dezembro aqui.
O governo do Maranhão foi o único que fechou a folha do ano de 2016 antes do Natal.
Com menos dinheiro entrando no caixa, quase não sobra para fazer investimentos nos estados. Não há como tocar grandes obras, com recursos próprios, justificam os governadores em meio à crise. Boa parte enfrenta dificuldade de honrar o pagamento dos servidores.
Poucos estados estão com contas em dia e muitos se mostram com ampla dificuldade de gestão, inclusive cancelando nomeações de aprovados em concursos públicos, como no caso do Piauí. No Rio de Janeiro, até os fogos do Rèveillon foram reduzidos este ano. Enquanto isso, Flávio Dino tá dando é exemplo de administração no Maranhão.
Ao contrário do Piauí, Flávio Dino permite ao Estado nomear aprovados em concurso público, mesmo nessa crise. De uma canetada só, ele  efetivou 170 novos técnicos esta semana.
Agora, qual o segredo? Corte de gastos, economia, gestão, responsabilidade pública, equilíbrio fiscal, ajuste de alíquotas, etc. Todos os esforços para não deixar o Estado quebrar, pois muitos outros estão falindo ou já faliram no Brasil.

SOLDADO É ALVEJADO EM TROCA DE TIROS NA CIDADE DE LAGOA DA PRATA MG.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e anelA imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Policiais militares do GPMOR ( Grupo Policial Motorizado Ostensivo Rápido) do 7 Batalhão da Polícia Militar de LAGOA DA PRATA receberam Via COPOM a informação de que transeuntes denunciaram uma mulher na garupa de motocicleta pilotada por um homem estava a exibir arma de fogo em público. Ao depararem com a motocicleta houve intensa perseguição pelas ruas do bairro Chico Miranda no intuito de aborda-los, seguido de troca de tiros vindo o soldado PM Milton Azevedo a ser ALVEJADO no tórax porém o colete balístico reduziu potencialmente o impacto de projétil calibre 9 milímetros, já os ocupantes da motocicleta Titan Azul 125 cilindradas placa HCP 4535 também foram ALVEJADO e declinaram ao solo. Todos foram socorridos para a UPA de LAGOA DA PRATA. Os autores foram identificados como Luiz Carlos de Souza, 23 onde tinha um mandado de prisão em aberto ao seu desfavor e Mirelle dos Santos Borges de 19 anos que permanecem internados sob escolta policial. A pistola 9 milímetros foi apreendida e relacionada no REDS 28249615/2016.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

PRESÍDIOS DE MINAS GERAIS EM ALERTA MÁXIMO

Diretores de presídios e penitenciárias de Minas Gerais temem o risco de eclosão de rebeliões no fim de semana que marca a virada do ano. Agentes penitenciários prometem paralisar os serviços neste sábado (31) e domingo (1) caso não seja revertida a demissão de 500 funcionários do sistema prisional, ocorrida na última semana. A dispensa causou revolta na categoria, uma vez que os contratados demitidos não foram substituídos por agentes concursados que esperam nomeação. A principal reclamação é de sobrecarga de trabalho em um sistema já deficitário, o que coloca em risco a vida de detentos e trabalhadores.


A União Mineira dos Agentes de Segurança Prisional (Unimasp) entrou com uma liminar na Justiça pedindo a suspensão das demissões. Até a noite dessa sexta-feira (30), a ação ainda não havia sido avaliada. De acordo com a entidade, o número de demitidos na última semana representa quase 3% do efetivo, que já é defasado. Hoje, são 17,9 mil agentes penitenciários no sistema, sendo 8.300 efetivos e 9.600 com contratos administrativos. A avaliação da categoria é que, para fazer o serviço atual, seriam necessários pelo menos 23 mil agentes. Ou seja, uma defasagem de 5.100 postos.



O presidente da Unimasp, Ronan Rodrigues Silva, afirma que eles foram pegos de surpresa com essas demissões, uma vez que não houve aviso prévio nem nenhuma reposição com a nomeação das pessoas que foram aprovadas no último concurso. Ele destaca que, mesmo que houvesse a nomeação, o tempo para que os novos agentes se adaptassem ao trabalho seria insuficiente.



“Os agentes demitidos estavam há anos desempenhando o seu trabalho. São experientes e conseguem dar conta do serviço. O agente penitenciário que chega depois do concurso recebeu apenas 40 dias de treinamento. Ele chega cru e não tem condições de já começar no trabalho sem um período de adaptação”, explicou.



Rebeliões. O risco de paralisação gera temor sobre a possibilidade de rebeliões acontecerem, uma vez que o sistema prisional de Minas Gerais vive uma crise de superlotação, com um déficit de mais de 27 mil vagas. Durante a entrevista a O TEMPO, o presidente da Unimasp recebeu ligações de dois diretores de penitenciárias pedindo a intervenção da entidade para evitar a greve.



Porém, o diretor da união, Carlos Virtuoso, ressaltou que os profissionais já estão sobrecarregados. “Mais da metade dos agentes penitenciários são contratados e sabem que mais cedo ou mais tarde serão demitidos. Com essa demissão sem respeito, eles não vão arriscar suas vidas, e a paralisação é inevitável”. Caso a greve seja confirmada, serão suspensas as visitas e os banhos de sol nas penitenciárias.
Treinamento. Um dos problemas de recomposição de quadros de agentes é que parte dos aprovados no concurso não passou nos testes de tiro e só pode realizar serviços administrativos.


CONCURSO

Mais de 6.000 esperam convocação

Atualmente, 6.500 agentes penitenciários aprovados em concurso público em 2013 esperam ser convocados. Porém, desse total, 2.000 já trabalham no sistema prisional e apenas passariam de contratados para efetivados.


“Mesmo se todos forem convocados, não vai solucionar o problema, porque a política adotada pelo governo do Estado é de substituir o contratado pelo efetivado. Então, há apenas uma troca, e não um aumento do efetivo”, destacou o presidente da União Mineira dos Agentes de Segurança Prisional (Unimasp), Ronan Rodrigues Silva.

RESPOSTA

Seap. Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que foram nomeados e estão tomando posse agentes penitenciários aprovados em concurso. Segundo a pasta, os servidores contratados não terão os contratos renovados por uma questão legal. A Seap ressaltou que a segurança nas unidades prisionais está garantida.


Déficit. Sobre a necessidade de aumento no número de agentes penitenciários em Minas, a secretaria afirmou que a recomposição do contingente de servidores ocorrerá com as nomeações dos concursados. Sobre as cadeias públicas que deverão ser assumidas pela Seap, a pasta informou que o não há atrasos no cronograma. “Vale destacar que, no caso de assunção (ato de assumir a responsabilidade) e/ou desativação de uma carceragem da Polícia Civil, não há dispensa de agentes contratados. Não há relação entre a assunção das carceragens da Polícia Civil por parte da Seap e o tema “dispensa de agentes penitenciários contratados”, afirmou.


TRANSIÇÃO

Entidades criticam falta de aviso prévio e pouco treinamento


Para as entidades sindicais que representam os agentes penitenciários, a demissão dos contratados é uma situação inevitável, mas deveria ser acompanhada por um processo de transição adequado.


“Ninguém aqui está pedindo uma versão da Lei 100 para os agentes penitenciários. Sabemos que o caminho natural é que todos os agentes sejam efetivos. O problema é a forma como está sendo feita a demissão. Os novos agentes efetivos chegam sem o treinamento necessário, e os contratos são dispensados sem nenhum aviso prévio ou política que ajude a realocação no mercado privado”, afirmou o diretor da Unimasp, Carlos Virtuoso.



O presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária de Minas Gerais (Sindasp-MG), Adeilton de Souza Rocha, destacou que há uma enorme carência de investimentos no setor. “É ruim para o preso, que vive em condições precárias com celas superlotadas. É ruim para o agente, que tem que trabalhar naquela situação, mas, sobretudo, é ruim para a sociedade, porque essa situação gera reflexos no aumento da criminalidade”, disse.

OTEMPO

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

D'POLICE - UNIFORMES E ARTIGOS CIVIL E MILITAR




Segue abaixo alguns de nossos preços para os kit's de AGENTE PRISIONAL:

Digitalizado 305,00
Calça Preta 95,00
Gandola Bege 86,00
Camisa agente 23,00
Cinto nylon 15,00
Cinto tático 29,00
Cinto Tático Hacker 66,00
Algema 98,00
Boina Defender 110,00
Boina Lyon 85,00
Florão 13,50
Boné sistema 35,00
Japona sistema 218,00
Fiel 30,00
Lanterna 70,00
Tonfa 38,00
Capa de colete sistema  prisional da Hacker 310,00



Normalmente damos cinco por cento de desconto no dinheiro e em até 3x no cartão.

Resultado de imagem para visa e master
Mas dependendo do valor da compra é negociável.

*Para turmas que acessam o blog do Alexandre Guerreiro terão preços especiais.


D Police

Gostaria de desejar um FELIZ 2017 para todos!

AGENTES PRISIONAIS DA 18ª RISP FAZEM UM SERVIÇÃO NO PRESÍDIO DE POÇOS DE CALDAS

No dia 29 de dezembro de 2016 aconteceu procedimento de revista geral nas celas do Presídio de Poços de Caldas.


Sob a coordenação do Diretor Referência da 18ª RISP , o senhor Adriano de Souza Silva, os Agentes Prisionais de Poços de Caldas e região fizeram-se um trabalho de excelência.

No tocante, destacamos o apoio tático operacional das equipes dos Presídios de Alfenas, Andradas, Botelhos, Guaxupé, Machado, São Sebastião do Paraíso e Passos deram suporte de contenção para a ordem e disciplina.

Enfim, graças ao perfeito sigilo envolvendo a operação de final de ano, lograram-se êxito na apreensão de 860 gramas de substância análoga à maconha, 63 celulares, 41 carregadores, 25 baterias avulsas, 9 cabos USB e 1 chip, que se encontravam nas celas 5, 6, 7, 9, 10 e 11.

HOMOLOGAÇÃO DO CONCURSO PÚBLICO AGENTE SÓCIO EDUCATIVO/2013 - 2O.GRUPAMENTO

Lista dos candidatos contemplados:

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

NOTA DE ESCLARECIMENTO - SINDASP-MG

Nota de Esclarecimento 

Na tarde desta quinta-feira (29) tomamos conhecimento de uma montagem criminosa com o logan do SINDASP-MG. Trata-se de um ato criminoso cujo o objetivo é disseminar a desunião da classe e acirrar as brigas internas.

Não partiu desta entidade de classe os encaminhamentos ali descritos, e reafirmamos o nosso compromisso com a categoria e não com uma parcela de pessoas que insistem em acender a carnificina.

Torno público a nossa indignação contra esse ato criminoso, e dizer para todos os irmãos e irmãs que nossas ações pautam pela legalidade, e mais, todos os conteúdos de nosso site, segue um padrão  com os direitos reservados. Com certeza esse manuscrito de péssima qualidade e de teor esdrúxulo, não condiz com as nossas publicações diárias. 

As medidas judiciais cabíveis serão tomadas. 

Desde já agradeço e me coloco a disposição para quaisquer esclarecimentos. 

Boa noite!

Adeilton Rocha
Presidente


NOTA DE RETRAÇÃO - INFORMATIVO SINDASP-MG

O SINDASP-MG está desde julho de 2016 impedido de fazer greve!




O autor deste post de ato de GREVE induziu irresponsavelmente uma maioria anexando a logomarca do SINDICATO sem autorização, e com o intuito de colocar a categoria contra o SINDICATO. 

O blog do Alexandre é um veículo de comunicação com credibilidade, no entanto, nós repudiamos quem tenta enfraquecer o Sindicato da categoria. No tocante, o post foi retirado, e reportamos que o ato de GREVE publicado não procede.

Assim, nós pedimos ao bom Deus, que abençõe as nossas vidas e livre nossa categoria destas manobras maldosas.

SISTEMA PRISIONAL NÓS FAZEMOS JUNTOS.

AGENTES PRISIONAIS DO NORTE DE MINAS PEDEM SOCORRO



INTERVENÇÃO ADMINISTRATIVA EM MONTES CLAROS E FRANCISCO SÁ

Circulam nos bastidores uma INTERVENÇÃO no SISTEMA PRISIONAL NORTE MINEIRO. Fato é, inúmeras denúncias de arbitrariedades, assédios, perseguições e improbidade administrativa.

Resultado de imagem para PEDIDO DE SOCORRO


O SISTEMA PRISIONAL NORTE MINEIRO está um caos, o qual é preocupante o alto índice de ATESTADO MÉDICO, alcoolismo, hipertensão e doenças afins como (Síndrome de Burnout).

O SISTEMA PRISIONAL de Montes Claros está despretigiado, à grosso modo, devido muitas interferências políticas, ocorrências internas, fuga em massa de presos, etc...

Uma REJEIÇÃO influência uma negatividade, ou seja, o intruso mentor das articulações se deu mal no processo ELEITORAL municipal, o qual aponta sua ira para ao desdém intitulados de codinome "turminha do mal",  levianamente ele fala que o quadro defasado nas unidades são por causa dos "bicos", num tom irônico.

É notório que vários DIRETORES fazem "bicos"...(normal uma renda extra). Porém, uns cuspindo no prato do outro, sem recordarem um passado recente... 
Moral da história, sem LEI ORGÂNICA o SISTEMA torna-se uma bagunça!

Esses politiqueiros baratos assassinaram os principais projetos tão sonhados pelos Agentes Prisionais: PROJETO DA CENTRAL de ESCOLTAS - CIESP/MOC, CASA DO ALBERGADO, BASE DO GIR, ACADEMIA DE MUSCULAÇÃO NAS UNIDADES e faliram a ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES PRISIONAIS AASPESEN-MG(fazendo comitê político).

Concluímos que há uma grande lacuna no SISTEMA PRISIONAL NORTE MINEIRO, pois, várias promessas foram ditas de  anos para cá, mas, nenhuma cumprida... Cadê os coletes de balística? Cadê o EPI (Equipamento de Proteção Individual)? Cadê os alojamentos? Cadê o dinheiro que seria investido nos presídios de MOC? São muitas interrogações numa GESTÃO que era fomentada como PARTICIPATIVA!...(risos)

FONTE: AGENTES PRISIONAIS DO NORTE DE MG

SINDASP-MG DISPONIBILIZA ALOJAMENTO PARA AGENTES PRISIONAIS EM TRÂNSITO




A Diretoria executiva do SINDASP-MG tem satisfação de receber no alojamento de trânsito desta entidade sindical os concursandos do certame ASP 08/2013 das 4ª e 2ª RISPs que tomarão posse nos dias 28, 29 e 30 de Dezembro de 2016. 

O sindicato parabeniza a todos o empenho e a vitória em todas as fases do certame ASP 08/2013.
Sejam bem vindos ao cargo de provimento efetivo da carreira de Agente de Segurança Penitenciária do Estado de Minas Gerais. A fusão entre a SABEDORIA dos contemporâneos com a VITALIDADE e a GARRA dos novos ASPs, teremos uma categoria sólida e forte nas lutas para melhorias DA NOSSA CARREIRA!

O SINDASP-MG convida os concursandos do certame ASP 08/2013 que tomarão posse na Cidade Administrativa para hospedar-se no alojamento de trânsito. As vagas são limitadas, quem tiver interesse entre em contato no email: contato@sindaspmg.org.br

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Dois detentos fogem da Penitenciária de PN


A Polícia Militar e agentes da Penitenciária de Ponte Nova procuram por dois detentos que fugiram, às 15h20 desta terça-feira (27/12), da Penitenciária local.
Trata-se de Diego da Silva Miquelino, de Mariana, e Víctor Hugo dos Reis, do bairro Triângulo/PN, que trabalhavam na obra da capela anexa ao Complexo Prisional.
Ambos respondem por processo de tráfico de drogas e, segundo o boletim da Polícia Militar, fugiram a pé desaparecendo pela mata do entorno da Penitenciária, depois de cortarem tela de proteção no entorno da obra.
A Polícia solicita informações sobre os detentos, o que pode ser repassado via 190.

Governo Federal libera R$ 1,2 bi para construir presídios e modernizar sistema penal


Agência Brasil
Hoje em Dia - Belo Horizonte

O sistema carcerário do Brasil tem um déficit de cerca de 250 vagas mil
O sistema carcerário do Brasil tem um déficit de cerca de 250 vagas mil

O governo federal vai liberar R$ 1,2 bilhão do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para investimentos na construção de presídios e modernizações do sistema penal. O repasse será feito aos estados nesta quinta-feira (29) e representa, de acordo com o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, o "maior investimento jamais realizado no sistema penitenciário no Brasil".
O anúncio dos recursos foi possível, segundo o governo, depois que o presidente Michel Temer editou a Medida Provisória (MP) 755 na semana passada, permitindo a transferência direta de recursos do Funpen aos fundos estaduais e do Distrito Federal. Alexandre Parola informou que esta será a primeira liberação das verbas, após a edição da MP. Segundo ele, R$ 799 milhões serão destinados à construção de penitenciárias. O porta-voz destacou que o objetivo é diminuir a superlotação dos presídios.
Outros R$ 321 milhões serão utilizados em projetos de cidadania e na qualificação dos serviços penais. "Nessa categoria, contempla-se ainda a aquisição de novos equipamentos, como por exemplo os scanners que substituirão as revistas físicas das pessoas que visitam os presos", afirmou Parola a jornalistas, no Palácio do Planalto.
De acordo com o porta-voz, a autorização de Temer para os repasses permite a aceleração dos investimentos em uma área com "carência histórica". "A liberação desses recursos deve permitir que se coloquem em marcha o mais brevemente possível as medidas e os investimentos não somente para modernizar, mas também para humanizar as condições do sistema prisional em nosso país", disse.
Ao editar a MP 755 – que já tem força de lei, mas precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional –, o governo colocou como justificativas a urgência de se liberar os recursos do Funpen, que antes ficavam presos por causa da burocracia, para a superação de um déficit de mais de 249 mil vagas no sistema carcerário brasileiro.
Créditos: hoje em dia

Texto de Juíza que desnuda os mitos da 'meritocracia' viraliza nas redes sociais



Juíza usa sua própria história para desmascarar as falácias da tão propalada meritocracia. Entre os pontos abordados, Fernanda Orsomarzo afirma que se esforçou para chegar ao cargo que tem hoje, mas jamais teria conseguido se não tivesse acesso a uma série de privilégios. Confira a íntegra do texto que viralizou

juíza meritocracia texto redes sociais

A meritocracia” é o processo de alavancamento profissional e social como consequência dos méritos individuais de cada pessoa, ou seja, dos seus esforços e dedicações.
Quem defende a teoria da meritocracia, acredita que qualquer pessoa possa chegar onde quiser apenas através do seu esforço.
De outro lado, muitas pessoas criticam essa ideia, principalmente em um país cuja sociedade é desigual, racista, machista, homofóbica.
A juíza de direito do Tribunal de Justiça do Paraná Fernanda Orsomarzo escreveu um post no seu Facebook contando sua história de muito esforço, porém também de muito privilégio, para afastar a ideia de meritocracia. O post já passa de 50 mil curtidas.
Fernanda se classifica como branca e parte de uma família classe média, o que a possibilitou de frequentar boas escolas, cursinhos e universidades. “Todos têm suas lutas e histórias de vida. Todos enfrentam dificuldades e desafios. Porém, enquanto para alguns esses entraves não passam de meras pedras no caminho, para outros a vida em si é uma pedra no caminho”, afirmou.
Confira a íntegra do texto:
Ralei duro para ser Juíza de Direito. Cheguei a estudar 12 horas por dia em busca da concretização do tão almejado sonho. Abdiquei de festas, passei feriados em frente aos livros, perdi momentos únicos em família. Sim, o esforço pessoal contou. Mas dizer que isso é mérito meu soa, no mínimo, hipócrita.
Em primeiro lugar, nasci branca. Faço parte de uma típica família de classe média. Estudei em escola particular, frequentei cursos de inglês e informática, tive acesso a filmes e livros. Contei com pais presentes e preocupados com a minha formação. Jamais me faltou café da manhã, almoço e jantar. Nunca me preocupei com merenda ou material escolar.
Todos têm suas lutas e histórias de vida. Todos enfrentam dificuldades e desafios. Porém, enquanto para alguns esses entraves não passam de meras pedras no caminho, para outros a vida em si é uma pedra no caminho. Meu esforço individual contou, mas eu nada seria sem as inúmeras oportunidades proporcionadas pelo fato de ter nascido – repito – branca e no seio de uma família de classe média minimamente estruturada.
O mérito não é meu. Na linha da corrida em busca do sucesso e realização, eu saí na frente desde que nasci. Não é justo, não é honesto exigir que um garoto que sequer tem professores pagos pelo Estado entre nessa competição em iguais condições. Nunca, jamais estivemos em iguais condições.
O discurso embasado na meritocracia desresponsabiliza o Estado e joga nos ombros do indivíduo todo o peso de sua omissão e da falta de políticas públicas. A meritocracia naturaliza a pobreza, encara com normalidade a desigualdade social e produz esquecimento – quem defende essa falácia não se recorda que contou com inúmeros auxílios para chegar onde chegou.

Agentes penitenciários demitidos fazem protesto pacífico em frente ao presídio

Os agentes demitidos fizeram um protesto pacífico contra o Governo de Minas, em frente ao presídio, nesta manhã de terça-feira
Os agentes demitidos fizeram um protesto pacífico contra o Governo de Minas, em frente ao presídio, nesta manhã de terça-feira

Os dezenove agentes penitenciários de Cataguases demitidos nesta manhã de terça-feira, 27 de dezembro, pelo Governo de Minas, fizeram uma manifestação pacífica no portão em frente ao Presídio, para protestar contra o ato do governador que consideraram "arbitrário". Apesar deles não serem concursados e, por isso, não terem estabilidade, os demitidos questionam a forma como aconteceu a demissão e denunicam que os presos serão os maiores prejudicados.

imageEles fizeram faixas de protestos condenando a atitude do Governo de Minas e contrária às demissões e ficaram na porta do presídio durante toda a manhã vestindo a farda de trabalho, mas desarmados enfrentando o sol quente e o forte calor da manhã. Segundo Guilherme Campos (foto ao lado), um dos demitidos, o gesto do governo vai "fragilizar o sistema no município porque vai reduzir o número de profissionais no presídio". Segundo ele, diversos serviços internos deixarão de ser realizados. 

A reportagem do Site do Marcelo Lopes ouviu o novo diretor do presídio que só aceitou falar de maneira informal e orientou entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Defesa Social - SEDS - em Belo Horizonte, responsável pelo presídio. Ele alegou não ter autonomia para falar em nome da instituição. O Site então fez uma ligação telefônica à SEDS e foi orientado à enviar um e-mail com as perguntas, o que foi feito em seguida. Os questionamentos são:

1) Qual o motivo da demissão?

2) Eles serão substituídos por agentes concursados? Se sim, quando estes novos agentes começarão a ser nomeados? Referente a qual concurso público estão sendo chamados os novos agentes? 

3) A demissão em massa destes agentes não coloca em risco a segurança do presídio? Se não, por que então nomear outros no lugar dos que foram demitidos? Se sim, o que fazer para evitar que ocorram problemas com a segurança dos presos e da comunidade?

4) Há previsão de novas demissões? Quando?

5) Qual o nome completo do diretor da Unidade em Cataguases e quantos agentes penitenciários estão lotados nesta mesma unidade? Favor discriminar o número de concursados e de não concursados.

Em resposta a Assessoria de Comunicação da SEDS escreveu:

"Por razão de segurança, o número de servidores da unidade prisional não é divulgado."

"O contingente de agentes de segurança prisional é composto por servidores efetivos e contratados. A contratação de agentes se deu de forma excepcional, a fim de atender ao interesse público, nos limites da lei."

"Com a nomeação e posse dos novos agentes penitenciários concursados, alguns contratos não serão renovados. Dessa forma, não haverá solução de continuidade na prestação dos serviços de competência da Seap."

27.12.16
Assessoria de Comunicação Social da Seap

Créditos: MARCELO LOPES

SABINO DE DEUS Informations INFORMA: AS PERIPÉCIAS DE UM "PASSARINHO" - AGENTES PENITENCIÁRIO EXERCEM FUNÇÃO DE POLÍCIA EM GOVERNADOR VALADARES - MG.

Resultado de imagem para policia penal

Alçando voou alto sobre a cidade de Governador Valadares, o "Passarinho" me contou que:
Dois Agentes Penitenciários deram voz de prisão a autor de furto em supermercado em Governador Valadares- MG .
Segundo io "Passarinho", o referido autor furtou 50 KG de carne (picanha friboi) no Supermercado(coelho diniz), evadindo-se do local; mas, foi surpreendido pelos Agentes Penitenciários que avistaram a situação, perseguiram o autor e lograram êxito na prisão do mesmo.
Ainda segundo o "Passarinho" o material furtado foi recuperado pelos Agentes e entregue aos responsáveis pelo supermercado.
Parabéns aos guerreiros pela atitude e coragem!
É, "Passarinho", é por essas e outras que digo: "POLÍCIA PENAL JÁ"!

[]'s
SABINO DE DEUS.

RELATO DE UM EX- AGENTE CONTRATADO

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e close-up

Relato de um membro da página que pediu exaustivamente que publicasse.
Boa tarde, sou Ex-Agente Contratado desde 2008, sai em 2014 trabalhei no presídio Alvorada em Montes claros, vou relatar um pouco da minha situação;
acredito que muitos ficarão surpreso com o que vou relatar, porém é a mais pura verdade, se nao, vejamos;

Vejo esses confrontos entre os colegas efetivos e os contratados todos os dias nas redes sociais, porém não entendo porque ficar nessa luta discutindo por uma causa perdida.
Tive duas oportunidades de me tornar efetivo, que foi no concurso de 2012 e 2013, porém nunca fui de me dedicar fielmente aos estudos, acreditando que a prova seria fácil, saía pra tomar " UMAS" com os colegas, jogava minha bolinha, ia aos churrascos na casa dos amigos etc...
Vi que alguns colegas da minha UP se dedicavam mais que outros aos estudos, eles deram até uma afastada do convívio rotineiro da vida noturna e dos fins de semana, rsss, para ir ao cursinho ou ficar estudando em casa.

confesso que essa vida de ficar estudando todo os dias o dia todo não me agradava, do outro lado via outros colegas menos interessados que eu, falando:
Pra que estudar? Num precisa estudar não, a prova vai ser fácil...
Pra que estudar? vc já tem 4 anos, com 5 anos eles não poderão mandar vc embora, vai ter que efetivar...
Pode ficar tranquilo, vai ser tipo a lei 100....
Eu não vou fazer prova não, tá de boas.... etc.etc.etc

Conclusão; acabei não passando, a maioria dos colegas que vi se esforçando e estudando até tarde passaram, e eu tomei ferro junto com os que falaram que não precisava estudar.
Cheguei em casa e chorei muito, no banheiro, no quarto, quando estava sozinho, por não ter passado nessa bendita prova, chorava escondido de minha esposa e de minha filha, pois não queria que elas me vissem naquela situação.
Me culpei muito, prometi a mim mesmo, que se eu tivesse outra oportunidade, não deixaria ela passar, abraçaria com unhas e dentes, Veio o concurso de 2013 fiz o possível e o impossível para me dedicar aos estudos, paguei até professor particular de português para me dar aula, vi muitos colegas em buteco, no futebol, alguns iam para o cursinho só pra dormir, e eu lá agarrado na apostila até 2:00 horas da manhã depois que chegava do cursinho, aproveitava minhas folgas para estudar dobrado, quando queria desistir lembrava de minha família, isso me dava força para estudar mais ainda, até que enfim e graças a Deus consegui passar.

Sei que os colegas do contrato estão revoltados, falando que é culpa do governador, que vai perder a vaga para os concursados, que isso é injusto, que o sistema é ingrato, que deu o sangue e não está sendo reconhecido...
Porém digo uma coisa aos nobres colegas;

A CULPA É SUA, como foi minha em 2012, você que deixou de estudar, você que não se dedicou suficientemente para passar, você que não deu valor a sua vaga, a culpa é sua por acreditar em políticos oportunistas, a culpa é sua que acreditou que iria efetivar sem ter feito concurso, a culpa é totalmente sua por ficar implorando para renovar contrato quando o certo seria pedir mais concurso, a culpa é sua e somente sua, pois tivemos oportunidades iguais e vc não abriu mão, mesmo que temporariamente, de seu conforto para estudar, agora não adianta ficar se lamentando ou procurando um culpado, sabíamos no momento de assinar o contrato quais as condições impostas, ninguém foi pego de surpresa, sabíamos que a qualquer hora poderíamos ser desligados sem aviso prévio, assinamos o contrato por livre e espontânea vontade, ninguém é ingênuo o suficiente para não saber o significado de TEMPORÁRIO.
Acredito que nós deveríamos agradecer, e não culpar o governador, agradecer por ter dado tanto tempo no contrato e estar nos dando oportunidade para efetivar com esses concursos.
Parem de ficar inertes, saiam da zona de conforto, porque vc não usa o tempo e a garra que vc tem, pra começar a estudar ao invés de ficar mendigando e gritando na porta de assembléia?
Vc é capaz colega, simplesmente estude como eu estudei! 
Não fique preocupado porque vai ser mandado embora, pois mais cedo ou mais tarde isso iria acontecer, e nós já sabíamos disso.
Eu também estou desempregado desde de 2014, Aliás, tô fazendo um bico de moto táxi até que eu seja empossado, e nem por isso morri de fome ou passei necessidades, a vida continua colega, basta vc querer enxergar, ou vc acha que merece mais que nos efetivos ficar empregado?

Pessoal desculpas por essas palavras, talvez tenha machucado alguns ou incentivado outros, mas sei que é a mais pura verdade, se eu consegui, você também consegue.
" AQUELE QUE NÃO LUTA PELO O QUER, TEM QUE ACEITAR O QUE VIER! "
O que vcs acharam desse relato? Deixem seus comentários! Quem gostou compartilha.

Motivação de LUTA - É com o AGENTE PQD

Não adianta, "não perderei o foco"!
Assinado PQD
Faka na kaveira










SISTEMA PRISIONAL 
100℅ FECHADO 
COM PQD