sábado, 19 de novembro de 2016

URGENTE - Servidores da Penitenciaria Nelson Hungria ficaram sem ônibus para leva-los ao trabalho

SERVIDORES PÚBLICOS FICAM SEM O TRANSPORTE FRETADO PARA O COMPLEXO PENITENCIÁRIO NELSON HUNGRIA EM CONTAGEM POR FALTA DE TERMO ADITIVO DE CONTRATO. 

Agentes penitenciários, assistentes administrativos, analistas de defesa social, assistentes sociais, psicólogos, técnicos em enfermagem e professores lotados no Complexo Penitenciário Nelson Hungria estão desde hoje, sábado, 19 de novembro de 2016 sem o transporte FRETADO prestado pela empresa Seletrans Ltda por falta de assinatura do termo aditivo de contrato pendente desde 12/08/2016 junto à SEAP MG ( Secretaria de Estado de Administração Prisional do Estado de Minas Gerais). 

Ônibus convencional fornecia o transporte de servidores públicos com partidas do centro de Belo Horizonte e do bairro Industrial em Contagem com destino ao Complexo Penitenciário Nelson Hungria situado no bairro de Nova Contagem em Contagem, localidade com precário serviço de transporte público dado a sua longa distância e a pouca frequência dos ônibus coletivos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.