segunda-feira, 1 de agosto de 2016

"ENTERRO DO PROVEDOR DO AROLDO TOURINHO"

JORNALISTA FREDI MENDES
Com grito de "Fora P.C!", "Fora P.C!", funcionários do Hospital Aroldo Tourinho pedem a saída do provedor Paulo César Almeida. Com a presença de padres e pastores, eles simularam o enterro do administrador.
No início da noite de hoje, cerca de 400 funcionários foram para a porta do Hospital protestar. Eles denunciam crimes que estariam sendo praticados na Fundação de Saúde. Documentos provam que há um ano o FGTS dos trabalhadores não está sendo depositado, há cinco meses as cestas básicas foram suspensas e os médicos estão há seis meses sem receber.
Outra grave denúncia: recursos do Ministério da Saúde para a reforma da entrada do Pronto Atendimento, no valor de 166 mil reais, foi usado para a reforma e banheiros da ala particular. Funcionários também gravaram vídeos que mostram equipamentos da lavanderia sendo retirados do local. Segundo eles, foram vendidos.
O provedor Paulo César Almeida nega as acusações e alega que o que está acontecendo faz parte de uma crise financeira e que o protesto é de cunho político. Para quem não se lembra, Paulo César Almeida, ex-assessor de Humberto Souto, foi um dos que acusaram Ruy Muniz de ameaça à PF e ao Ministério Público Federal, o que resultou na prisão do prefeito de Montes Claros.
Por que será que a imprensa, a PF e o MPF estão de bico calado diante de tudo o que está ocorrendo?
As máscaras estão caindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.