terça-feira, 26 de julho de 2016

Médicos pedem renúncia do provedor do Aroldo Tourinho




Em reunião realizada na noite desta segunda-feira, o corpo clínico do Hospital Aroldo Tourinho fez uma avaliação da crise que atravessa o hospital, com o atraso no pagamento dos salários e demais obrigações trabalhistas, além da falta de recursos para manter o funcionamento da unidade, que é uma das principais do Norte de Minas. Durante a reunião também foi discutido o bloqueio das contas bancárias do hospital, o fechamento da Maternidade e da Ortopedia, além do comprometimento do atendimento na Cardiologia, por falta de medicamentos. Os participantes da reunião também reclamaram da gestão verticalizada do hospital, que não mantem o diálogo com o corpo clínico e demais funcionários. 

Após o debate, o grupo chegou à conclusão de que os problemas ora vivenciados pelo hospital são decorrentes, entre outros fatores, da má gestão e interferência político-partidária e decidiu recomendar ao Conselho Curador o afastamento do provedor Paulo César Gonçalves de Almeida do Hospital Aroldo Tourinho, cujo mandato se encerra em maio de 2017.

O corpo clínico e demais profissionais do hospital estão fazendo um abaixo-assinado pedindo a renúncia do provedor, que será entregue ao Conselho Curador em reunião a ser realizada ainda nesta semana.

FONTE: Onorte

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.