quinta-feira, 30 de junho de 2016

Agentes capacitam promotores de Justiça em curso de armamento e tiro

Os militares do Exército Brasileiro ofereceram o estande de tiro para que fosse realizada a parte prática


Membros do Ministério Público Estadual (MPE) foram capacitados por agentes penitenciários em curso de Armamento e Tiro. O curso durou dois dias e ocorreu no 58º Batalhão de Infantaria Motorizado (58º B I Mtz), unidade do exército brasileiro localizada em Aragarças (GO).

Servidores da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), lotados na Cadeia Pública de Barra do Garças (521 km de Cuiabá),já haviam sido capacitados pelo próprio Exército.

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual (MP), Paulo Prado, visitou o curso e elogiou o trabalho realizado pelos agentes penitenciários.

“A troca de experiências entre as partes acaba por beneficiar não só os envolvidos, mas a sociedade como um todo, que acaba tendo nestes profissionais servidores mais capacitados”.
 
Os militares do Exército Brasileiro ofereceram o estande de tiro para que fosse realizada a parte prática. Profissionais da saúde, uma ambulância e equipamentos de atendimento médico também foram fornecidos pelo Exército. O instrutor de Armamento e Tiro, agente penitenciário Gustavo Ferraz, coordenou a equipe de instrução.
 
Dentre os conteúdos passados, a apresentação de armas e suas classificações, funcionamento, carregamento e acionamento de modelos de repetição, semiautomáticas e automáticas, suas vantagens e desvantagens, operações de manejo (municiar, alimentar, carregar, travar e destravar, desengatilhar); posicionamento de empunhadura (pernas, tronco, braços), e outros.

Créditos: MÍDIA NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.