sábado, 12 de março de 2016

O ALTO DA BARCA - O DEPUTADO CABO JÚLIO PULA FORA DA VICE-LIDERANÇA DE GOVERNO


Deputado da base governista e um dos representantes de policiais militares na Assembleia Legislativa, o deputado Cabo Júlio (PMDB) entregou o cargo de vice-líder do governo ao presidente da casa, Adalclever Lopes. Ele justificou que estava insustentável sua posição entre o governo e a categoria que representa. “Entre um e outro, não há dúvida, fico com a minha classe”, disse o deputado, que foi um dos responsáveis pelo recuo do governador Fernando Pimentel (PT) de reduzir em R$ 360 milhões o orçamento do Instituto de Previdência dos Servidores Militares (IPSM).
Quebra de hierarquia
É claro que houve reforço do comandante-geral da PM, coronel Marco Antônio Bianchini, que, como os soldados, reagiu à altura, com riscos de quebra da hierarquia. Junte-se a isso, o parcelamento (em até três vezes) de salários dos que ganham acima de R$ 3 mil, que atingiu em cheio os servidores da segurança pública, já que o piso de soldado, inspetor, bombeiro e agente prisional é de R$ 4 mil. Agora, com possível prorrogação do parcelamento de salários, Cabo Júlio considerou insustentável a situação.
E a notícia de que o governo pretende transferir a subsecretaria de atividade socioeducativa, que monitora adolescente infrator, para a Secretaria de Direitos Humanos agitou os agentes prisionais. A rejeição é tal que falam, em coro, em greve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.