quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

OPERAÇÃO BREJO DAS ALMAS - Preso comanda o tráfico de dentro do Presídio de Montes Claros



video



Trabalho de investigação aconteceu em parceria entre Ministério Público Estadual e setor de inteligência da Polícia Militar


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou na manhã de ontem (27) uma mega operação, intitulada ‘Brejo das Almas’, contra o tráfico de drogas em Francisco Sá e Montes Claros. O trabalho, realizado em parceria pelo Ministério Público Estadual e pela Polícia Militar, atingiu três quadrilhas distintas, porém que atuavam em conjunto.
Segundo as investigações, um dos líderes do esquema ‘cuidava dos negócios’ de dentro de um presídio em Montes Claros. O homem, que não teve a identidade revelada, cumpre pena por tráfico e comandava por telefone celular as atividades ilícitas. Foram aproximadamente 10 meses de investigações, que resultaram em 34 mandados de prisão e 17 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça.
A capacidade de organização dos criminosos foi um dos pontos que chamou a atenção das autoridades. De acordo com o promotor da Comarca de Francisco Sá, Daniel Piovanelli Ardisson, os criminosos setorizaram Francisco Sá em núcleos para a distribuição de drogas. “Eles inclusive dividiram o território da cidade para a venda”, afirmou o promotor durante coletiva de imprensa logo após o fechamento da operação.
Segundo Ardisson, que foi o responsável pelas investigações, além da comunicação interna, os grupos ainda mantinham troca de informações entre si. “Cada grupo fazia a distribuição de um tipo de droga entre os bairros previamente conveniados”. O uso constante de adolescentes, entre 14 e 17 anos, também foi identificado nas investigações. A prática é comum e serve, na maioria das vezes, para diminuir os prejuízos do crime. “Infelizmente, constatamos a ausência da traficância direta pelos líderes e o uso de adolescentes para fazer o trabalho de maior risco”.
O promotor afirmou ainda que as operações de combate ao tráfico em Francisco Sá acontecem com frequência. “A gente percebeu que isso havia ganhado certa proporção e que demandava uma atuação um pouco mais efetiva não só de combate ao tráfico, mas também a todos os outros crimes ligados diretamente ao tráfico”, explicou.
Além do tráfico de entorpecentes, entre os crimes praticados pelos bandos e que foram descobertos nas investigações estão associação para o tráfico; porte, posse e disparo de arma de fogo; associação criminosa para a prática de roubos; coação de testemunhas no curso do processo; lesões corporais e tentativas de homicídio. “Em razão dessa disseminação de condutas conexas ao tráfico, que incrementam muito os crimes violentos, fizemos esse trabalho de maior amplitude”, finalizou o promotor.
Também segundo as investigações, a maior parte das drogas comercializadas em Francisco Sá era proveniente de Montes Claros. Os fornecedores do entorpecente também foram presos na operação. Durante a operação, segundo o tenente coronel Nivaldo Ferreira, comandante do 50º Batalhão de Polícia Militar, 29 pessoas foram presas; e três armas de fogo, uma carabina de pressão, cinco aparelhos de telefone celular, crack, maconha e R$ 841 foram apreendidos.
O comandante da 11ª Região de Polícia Militar, coronel Cesar Ricardo de Oliveira Guimarães, que também participou da entrevista coletiva, fez um balanço da operação. “É uma resposta importante à segurança pública de Francisco Sá. Tivemos um êxito grandioso”, afirmou. O trabalhou contou com o envolvimento efetivo de aproximadamente 90 policiais. Para o coronel, a operação trará para Francisco Sá uma sensação de segurança, que deve permanecer pelos próximos meses. “A comunidade pode contar com os órgãos públicos, que estão sempre atuantes no sentido de gerar essa segurança merecida”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.