quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Nota – Deliberação do Gabinete Integrado dos Servidores Públicos de Minas Gerais (GISP-MG)



Após reunião realizada na tarde desta quarta-feira, 13/01, na sede da Aspra/PMBM, em Belo Horizonte, o Gabinete Integrado dos Servidores Públicos de Minas Gerais (GISP-MG) deliberou que no dia 02 de fevereiro acontecerá, na Praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), ato público em manifesto ao atraso salarial do funcionalismo do Estado. O grupo foi unânime em não vai admitir o parcelamento, nem o escalonamento do salário dos servidores.
   

O encontro reuniu cerca de 30 dirigentes de associações e sindicatos de várias categorias e teve o propósito de alinhar as ações estratégicas que serão colocadas em prática pelo GISP-MG.
Os servidores estaduais começaram a se mobilizar quando o Governador do Estado anunciou, no início de janeiro, o atraso salarial. O movimento ganhou força após reunião entre as entidades de classe dos militares com o secretário de planejamento do Estado, Helvécio Magalhães, no último dia 12. Na ocasião, o secretário anunciou que só irá divulgar o cronograma da remuneração nesta sexta-feira, 15/01, e não foi descartado o escalonamento (pagar cada categoria em uma data específica) nem o parcelamento a partir de março. De acordo com o Governo, esta é a pior crise financeira de todos os tempos.

Sobre o GISP-MG
Criado no dia 05 de janeiro de 2016, durante reunião na sede do Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS PM/CBM-MG), o Gabinete Integrado dos Servidores Públicos de Minas Gerais (GISP-MG), que tem como objetivo administrar as crises que afetam o funcionalismo público mineiro,foi uma reação imediata dos representantes da Segurança Pública contra o atraso e possíveis parcelamentos dos salários dos servidores.

Presenças
Presidentes das seguintes Entidades de Classe:Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra/PMBM, do Centro Social de Cabos e Soldados da Polícia Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), da União dos Militares de Minas Gerais (UMMG), Ascobom, AOPMBM, da Associação dos Policiais do Norte de Minas, do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (SINDPOL-MG), da Associação dos Escrivães da Polícia Civil de Minas Gerais, da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares do Triângulo, da FeSempre, do Sindepominas, Associação dos Professores do CTPM, Sesipsemg, Sindasp, Sindicato dos Servidores Fiscais, Alemg, Sindicato dos Servidores da Imprensa Oficial, Sindicato dos Servidores Públicos do Sistema Educativo do Estado de Minas Gerais, Adepol, Sindicato dos Agentes Penitenciários e CUME. Também compareceram os seguintes parlamentares: deputado federal Subtenente Gonzaga,  deputado estadual Sargento Rodrigues, vereador Vilmo Gomes e representante do deputado Laudivio Carvalho. Registramos, ainda, a presença dos demais servidores estaduais, com o objetivo de discutir a questão salarial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.