sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Mctrans aplica mais de mil multas, A Empresa Municipal de Trânsito e Transportes de Montes Claros multa sem critérios

A Empresa Municipal de Trânsito e Transportes (MCTrans) publicou na quarta-feira (6), no Diário Oficial do Município, 1.226 multas de trânsito que foram aplicadas em Montes Claros, com algumas curiosidades: o prefeito Hercules Vandy Durães Fonseca, de Lagoa dos Patos, é um dos multados, acusado de estar dirigindo e usando telefone celular. Ele é diretor regional da Associação dos Municípios Mineiros e deu um puxão de orelha no prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, durante o Encontro Regional dos Prefeitos, quando o montes-clarense passou a esnobar os outros prefeitos, alegando que sua administração era modelo e que não tinha crise. Os prefeitos Denilson Silveira e César Emilio Lopes, presidentes da AMMESF e AMAMS reclamaram da conduta de Muniz e Hercules Wandy pediu respeito com os outros prefeitos.
Na manhã do dia 06-01 o prefeito de Lagoa dos Patos ficou surpreso com a multa, pois afirma que não foi notificado e nem recebeu a multa. No Diario Oficial é informado que a multa ocorreu no dia 16 de janeiro de 2015, às 9h05min na avenida Deputado Esteves Rodrigues, por dirigir o carro Corolla, placa OXA 2532, utilizando-se de telefone celular. O valor da multa é de R$ 85,13. A MCTrans informa que a notificação, através, do Diário Oficial é porque os Correios não conseguiram entregar os autos de infração e portanto, eles passam a contar com 15 dias para apresentarem a defesa, antes de ser transformada em multa. No primeiro lote foram 595 infrações e no segundo lote, 621, ocupando 27 páginas do Diário Oficial.
A leitura do Diário Oficial mostra algumas curiosidades, como o caso do motorista Tiago Mendes da Silva, que no dia 11 de abril de 2014 foi multado duplamente, quando estava na avenida Professora Ainda Mainartina, às 22h35 e 22h48, a primeira por estacionar nas esquinas e a menos de cinco metros do alinhamento da via transversal, devendo pagar R$ 85,13 e depois por estacionar sobre a faixa destinada a pedestres, em multa no valor de R$ 127,69. O advogado Yuri Rafael de Oliveira Trovão, diretor jurídico da Superintendência Regional de Meio Ambiente foi autuado no dia 11 de abril de 2014, na avenida José Corrêa Machado, ao fazer conversão a esquerda em local proibido pela sinalização. O valor é de R$ 102,15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.