sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

BOMBÁSTICA NO SISTEMA PRISIONAL PERNAMBUCANO

Secretários sabiam da possibilidade de fuga em massa em penitenciária

Publicado por Raphael Guerra 


Em entrevista à TV Jornal, Pedro Eurico minimizou denúncia: "tentativa de fuga tem todo dia". Foto: JC Imagem
Em entrevista à TV Jornal, Pedro Eurico minimizou denúncia: “tentativa de fuga tem todo dia”. Foto: JC Imagem

Há quase um mês, o secretário-executivo de Ressocialização, Éden Vespaziano, recebeu uma mensagem via WhatsApp informando que os detentos da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, iriam realizar uma fuga em massa. Inclusive com apoio de pessoas do lado de fora da unidade prisional. A mensagem foi repassada pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco. Nada foi feito.

mensagem
O resultado é de conhecimento comum: 53 detentos fugiram da penitenciáriadenominada de “segurança máxima”. Criminosos de altíssima periculosidade, entre homicidas, líderes de grupos de extermínio e até assaltante de banco com registros em todo o Nordeste (O blog JC nas Ruas teve acesso à lista).
Em entrevista à TV Jornal, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, confirmou que as suspeitas de fuga eram de conhecimento da secretaria. “Sempre vai acontecer tentativa de fuga. Tentativa de fuga tem todo dia. A secretaria sempre sabe. Temos um núcleo de inteligência muito bem instalado.”
Se sabiam, secretários, por que não fizeram nada para evitar?
Por que o Governo do Estado não reforçou a segurança, colocando equipes do Batalhão de Choque 24 horas por dia, na entrada da Barreto Campelo? O secretário Pedro Eurico sabe bem como fazer isso. Tanto que, a gestão dele como secretário estadual da Criança e da Juventude, colocou policiais do Choque na entrada das unidades da Funase.
Mais uma vez o cidadão assiste, atônito, os reflexos da incapacidade crônica dos nossos gestores de garantir a segurança para quem está dentro e para quem está fora dos presídios de Pernambuco. É o verdadeiro “salve-se quem puder”.
Nesta tarde, a assessoria da Seres encaminhou nota oficial sobre a denúncia do Sindicato dos Agentes Penitenciários. Segue na íntegra:
“A Secretaria Executiva de Ressocialização (SERES) esclarece que relatos com este tipo de denúncia fazem parte da rotina do sistema prisional e sempre são alvo de apuração rigorosa e tomada de providências por parte dos gestores e da equipe de inteligência da secretaria, o que ocorreu também neste caso específico . Assim que tomou conhecimento da possibilidade de fuga, no próprio dia 25 de dezembro, a SERES reforçou o efetivo na Penitenciária Barreto Campelo em Itamaracá, com acompanhamento da Superintendência do Segurança, agentes do Grupo de Operações de Segurança (GOS) e apoio da Polícia Militar de Pernambuco”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.