quarta-feira, 26 de agosto de 2015

[Vídeo] Presos na Hungria trabalham para pagar suas estadias na cadeia

A Hungria decidiu fazer uma nova experiência com os presos, por diversos motivos, e um deles as prisões super-lotadas. A energia elétrica foi cortada e o aquecimento, seja lá qual for, também foi, na intenção de reduzir gastos, mas os detentos afirmam que preferem viver nessa prisão do que em outras superlotadas. O governo escolhei a princípio 60 homens para que comecem a fazer essa experiência, de trabalharem em troca de dinheiro para “pagarem” suas estadias na cadeia. De acordo com diretores do local, o objetivo deste projeto é fazer não só com que o preso não fique parado o dia todo sem fazer nada, mas também trabalhar com a ideia de uma ressocialização e futura inserção daquele sujeito na sociedade. Além disso, esta penitenciaria também aluga alguns espaços para empresas privadas, que contratam alguns presos e os pagam por volta de 80 dólares, o equivalente à um terço do salário mínimo estipulado no país. A comissão de direitos humanos é totalmente contra esse projeto, mas diretores da penitenciária e organizadores desta ONG afirmam que o trabalho está surgindo efeitos positivos e que está melhorando muito a vida e a cabeça dos presos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.