quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Cabo Júlio responsabiliza governo do PSDB pelas demissões dos agentes penitenciários

 comissao-seguranca-cabo-julio

Deputado Cabo Júlio responsabiliza o governo do PSDB pela demissão dos 601 agentes penitenciários.
  Durante reunião da Comissão de Segurança Pública realizada nesta terça-feira (11), no Plenarinho IV da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o deputado Cabo Júlio cobrou do atual governo uma posição sobre o pagamento do prêmio de produtividade. De acordo com o parlamentar, o governador Alberto Pinto Coelho participou na semana passada da formatura de uma equipe do Corpo de Bombeiros. Questionado por uma repórter quando seria pago o prêmio de produtividade aosservidores, o governador teria respondido que todos os servidores já sabem a data do pagamento. Insatisfeito, Cabo Júlio solicitou mais esclarecimentos do poder executivo.

  Na última sexta-feira (07), o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (SINDPUBLICOS-MG) divulgou nota solicitando também esclarecimentos da Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG) no que se refere ao pagamento do prêmio por produtividade.
  Numa tentativa de ludibriar e enganar os vários agentes penitenciários presentes na audiência de hoje, os deputados Sargento Rodrigues (PDT) e João Leite (PSDB) disseram que a culpa das demissões dos 601 agentes penitenciários entre eles mulheres grávidas, o que é inconstitucional, representa uma “queda de braço” na ALMG. “Nós queremos votar o PL 4170/2013, mas a atual oposição não quer. Eles não querem votar a PEC 69 que beneficiará os professores designados”, disse Sargento Rodrigues.
  O PL 4170/2013 entre outras providências,  prevê a prorrogação dos contratos administrativos até a realização de concurso público que preencha o número necessário de agentes efetivos. A matéria já recebeu parecer favorável nas Comissões de Constituição e Justiça e Administração Pública, e necessita agora de aprovação em Plenário, cuja pauta encontra-se travada devido aos vetos do Governo que precisam ser votados.
  O deputado Cabo Júlio sanou as dúvidas dos agentes penitenciários sobre as demissões que estão ocorrendo. “Os agentes estão sendo prejudicados porque foram demitidos e essa perda de emprego é culpa do atual governo que perdeu a eleição e não da oposição”, observou Cabo Júlio. O parlamentar afirmou ainda que o salário de 601 agentes penitenciários não quebrará o estado, mas para o servidor fará muita falta. Outro ponto abordado por Cabo Julio é a quantidade de parlamentares da situação que atualmente é muito maior que a oposição. “Somos 77 deputados dos quais somente 21 são da minoria. Se eles quisessem ter votado o PL 4170 já o teriam feito, declarou o parlamentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.