sexta-feira, 19 de setembro de 2014

EM 2013, BOLSONARO APRESENTOU PROJETO DE LEI TORNANDO HEDIONDO O CRIME PASSIONAL, INDEPENDENTEMENTE DE SUA NATUREZA SEXUAL: ONDE ESTÁ O PRECONCEITO MAIS UMA VEZ?

Segundo estatísticas, cerca de 50 mil assassinatos são cometidos por ano no Brasil e, 10% acontecem por motivos passionais.
A cada 10 assassinatos por motivos passionais, 7 são cometidos por homens.
A demagogia dos grupos LGBTs é quebrada quando tentam criar leis específicas para se transformarem numa super classe. Todos somos iguais perante a lei e, neste caso, a quantidade de mulheres heterossexuais mortas por homens é infinitamente maior do que provenientes de relações homossexuais, o que por si só já justificaria a criação de legislação para defender a mulher anteriormente do que defender o homossexual. Mesmo assim fomos além, com propostas que priorizam o combate a um problema real que assola nosso país. Desenvolvemos projeto em defesa de todos os cidadãos, independentemente de sua opção sexual, pois qualquer ser humano desprovido de maldade e intenções políticas demagogas sabe que quando homossexual mata homossexual, não há homofobia , mas, possivelmente, um crime passional a ser investigado.
Combater a covardia de crimes cometidos por motivações passionais faz-se necessário para o verdadeiro enfrentamento ao cometimento de crimes no Brasil.
< Veja o projeto de lei 5242/13: http://goo.gl/LCJpfc

< Bolsonaro e Clodovil: Cadê a homofobia?: http://goo.gl/AZkcLI

Atenciosamente,
Jair Bolsonaro (Deputado Federal - RJ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.