domingo, 8 de junho de 2014

O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES PRISIONAIS DO NORTE DE MINAS ALEXANDRE GUERREIRO COBRA PROVIDÊNCIAS DIANTE DA VIOLAÇÃO DE DIREITOS SOFRIDA POR AGENTES PENITENCIÁRIO DE MONTES CLAROS JUNTO AO DEPUTADO CABO JÚLIO

O PROCESSO ESTÁ ESQUECIDO E OS AGENTES ABAIXO ESTÃO PREJUDICADOS COM A  SITUAÇÃO E OS AGENTES QUE MAQUINAVAM O ESQUEMA TRABALHAM NORMALMENTE É UM ABSURDO!


"Culpados, dissimulam, procuram culpados". (Elanklever)


ALEXANDRE GUERREIRO            UARLEI SANTOS                  ALAN MARQUES

Alexandre Guerreiro Moc  Uarlei Soares Santos Alan Charles Marques Soares

Nós fomos injustiçados diante de um afastado arbitrário de 90 dias, sem justificativa, sem ampla defesa e sem contraditório, no dia 29 de abril de 2013, mediante ato do subsecretário – SUAPI. No tocante, eu Alexandre Guerreiro lotado no Presídio Regional de Montes desde agosto de 2009, fomos transferidos  para à Penitenciária de Francisco Sá, zona rural de Cana Brava localizada à 60 km de Montes Claros. O  afastamento desses servidores Alexandre Figueiredo Cavalcante (Alexandre Guerreiro) e mais dois colegas de profissão:   Agente Uarlei Santos e o Agente Alan Marques foram expostos a um tribunal de exceção mediante diretoria do PRMOC/MG e colegas de serviços; - no entanto, fomos tratados de maneira arrogante pela corregedoria do SISTEMA PRISIONAL, o subcorregedor sacou um  celular do bolso e começou a filmar a cena, e nos tratou como  "bandidos" dizendo que estávamos afastado do PRMOC, e que se não apresentássemos na Penitenciária de Francisco Sá de imediato, já era para cortar o ponto. Diante da situação, nós recusamos assinar o papel que estava na mão do subcorregedor, uma vez que, solicitamos a presença do nosso advogado e ele disse que não teríamos direito; e se  quiséssemos direitos teríamos que procurar a justiça, pois ele estava a mando do secretário e que recebia muito bem para cumprir o papel que estava fazendo. Portanto, o que restou foi registrar um B.O reds nº 2013-008906527-001 para futuras providências. Contudo, e respeitando o ato do secretário comparecemos na Unidade Penitenciária de Francisco Sá dia 30/04/2013, e apresentamos para o trabalho, pegamos o recibo de comparecimento do Diretor Geral Pedro Maia, que disse que tal situação era de interesse do estado, e que o MP havia pedido o afastamento dos Agentes da 11ª RISP, e depois saberíamos o que ocasionou o afastamento de noventa dias dos três Agentes. "VIOLAÇÃO DE DIREITOS" Não recebemos  ajuda de custo motivada pelo interesse do estado, nosso período de trânsito não foram respeitados e a remoção no IOF-MG era em caráter definitivo). RETORNAMOS MEDIANTE MANDADO DE SEGURANÇA!
Eu, Alexandre Guerreiro sou presidente da ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES PRISIONAIS E SOCIOEDUCATIVO DO NORTE DE MINAS, uma entidade que representa mais de 1.500 associados na Região Norte do Estado, sou GESTOR do Blog do Alexandre Guerreiro - MOC, que discute ideias e levam aos leitores as informações do sistema prisional de MG e do Brasil. ou seja, é  acessado diariamente por  diversos profissionais da segurança pública.
Portanto, cremos que estamos sofrendo retaliações, porque efetuamos denuncias junto ao MP de irregularidades do PRMOC-MG, na época e também fizemos denúncias na OUVIDORIA GERAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS nº 57599 e nº 56098, assim, RELATAMOS  falhas da segurança do presídio, falta d'água na unidade prisional, superlotação de presos e outros esquemas administrativos ilícitos, bem como o esquema ilícito de lavagem para porcos "NATAL GORDO", e manobras ilícitas do Agente Marlon Costa Matos na época gerente de produção, sendo que, ele operava uma rede desvios de recursos da horta do presídio, e selecionava e apontava presos para o trabalho nas parcerias privadas sem passar pela CTC, e os presos denunciavam que não recebiam os salários . Depois que encaminhamos as denúncias junto aos órgãos fiscalizadores, começamos à sofrer assédio moral e perseguições por parte da antiga diretoria. Assim,  entendemos que de fato ganhamos  um CASTIGO do sistema prisional, do senhor André Mourão que na época era o superintendente prisional, então, conforme é fomentado por colegas, pagamos o pecado de pegar à  estrada para a Penitenciária de Francisco Sá, para saborear o sofrimento e a insegurança, ou seja, correr o risco da  estrada de Cana Brava...Lamentável!
Atenciosamente,

Alexandre Figueiredo Cavalcante 
Presidente da AASPESEN-MG
Agente Penitenciário – MG 
A Associação dos Agentes de Segurança do Sistema Prisional e Socioeducativo do Norte de Minas – AASPESEN-MG, Lei de Utilidade Pública Nº 19.594 de 28 Setembro de 2011, e inscrita sob o CNPJ 10.404.712/0001-20
Assessoria Jurídica: Na sede do Associação: Todas as terças e quintas das 13h às 17h. Demais dias da semana: através de agendamento no escritório localizado na Rua Ernesto Neves, nº 160ª, 2º Andar, Bairro: Edgar Pereira – Montes Claros – MG. CEP. 39.400-184. Plantão 24 horas / Defesa dos tribunais superiores.

"Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira". (Che Guevara)


A LUTA  DESSES GUERREIROS AINDA CONTINUA....
"A justiça tarda mais não falha"
OS TRÊS AGENTES PENITENCIÁRIOS RETORNARAM MEDIANTE MANDADO DE SEGURANÇA E TENTAM SE DEFENDER ADMINISTRATIVAMENTE DAS ACUSAÇÕES MANOBRADAS CONTRA ELES!!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.