sábado, 24 de maio de 2014

LOBO MAU: Dublê de PF é acusado de estelionato.



Encontra-se atrás das grades do Presídio Regional de Montes Claros o suspeito de estelionato Darci Aquino, mais conhecido pela alcunha de Lobão. Ele é acusado de aplicar vários golpes em pessoas na cidade e no Norte de Minas. Lobão foi preso na última quarta-feira por agentes da Polícia Civil, no Fórum Gonçalves Chaves. A ordem judicial foi determinada pelo juiz da Primeira Vara Criminal, Isaías Caldeira Veloso. O delegado Regional de Montes Claros, Giovani Siervi Andrade, confirmou a prisão de Darci Aquino, que se encontra à disposição da Justiça da Comarca.
Além de estelionato, Lobão responde a vários processos por falsidade ideológica, calúnia, difamação e se passava ainda como agente da Polícia Federal de Montes Claros, pois gozava de amizade com vários policiais federais. O vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de Montes Claros, Cláudio Ribeiro Prates, principal vítima do estelionatário, fez uma representação criminal contra ele na Justiça. Vários cheques foram emitidos em nome de diversas vítimas que denunciaram Darci. Segundo a PC, muitas vítimas do estelionatário devem aparecer a partir de sua prisão.
O vereador e policial federal Cláudio Prates disse que ele havia feito um acordo para comprar dois carros que seriam de Darcy. Os cheques referentes ao pagamento dos veículos tiveram os valores alterados. Posteriormente, o parlamentar também descobriu que os veículos foram tomados indevidamente de outras pessoas. “Ele tinha várias identidades e CPFs e soltou dezenas de cheques sem fundos. Para facilitar os golpes, se passava por policial federal para tentar ludibriar as pessoas, causando também um dano à imagem da corporação”, disse.
Ainda segundo Cláudio Prates, Darcy Aquino teria pedido dinheiro emprestado para várias pessoas, alegando que a quantia seria utilizada no tratamento de um câncer que o vereador foi vítima em 2013. “Eu não sofri prejuízos financeiros, tive danos morais. Ele usou do meu nome para lesar terceiros. Os valores dos prejuízos que tenho conhecimento já ultrapassam R$ 700 mil”, explicou. Prates acionou a Justiça e está processando Darcy Aquino por vários crimes, entre eles estelionato, injúria, ameaça e calúnia. O parlamentar alega ainda que vai pedir indenização por danos morais e materiais.
Lobão foi preso na quarta-feira (21), no momento em que foi ao Fórum para ter acesso ao processo. A Justiça havia pedido um mandado de prisão contra ele, porque estaria ameaçando testemunhas e atrapalhando a investigação. Em entrevista ao MG Intertv Grande Minas, um aposentado que não quis se identificar disse que foi procurado por Darcy em nome do vereador.
“Ele me pediu para que emprestasse R$ 45 mil para o tratamento de câncer do Cláudio, como não tinha todo o dinheiro, dei R$ 18 mil”, falou a vítima, que ainda tem os cheques em nome do filho do suposto estelionatário, que foram apresentados e devolvidos pelo banco, por falta de fundos. "Procurei até pelo filho dele, que me disse que não sabia de nada. É vergonhoso para um filho ter um pai assim". A vítima afirma também que Darcy Aquino pediu dinheiro em nome de outros policiais federais.
Ao procurar pelo suposto estelionatário, o aposentado teve diversas promessas de pagamento.
“Ele chegou a pedir o número da minha conta para depositar a quantia, mas nunca tive o dinheiro de volta e quando comecei a cobrar, ele me ameaçou”, denunciou o aposentado. Outro homem que não quis se identificar diz que também ficou no prejuízo depois de acreditar em Darcy Aquino. "Vendi um carro para ele, recebi R$ 5 mil e dois cheques de R$ 20 mil cada. Além disso, ficou combinado que ele deveria quitar as parcelas do veículo, que era financiado e me dar mais R$ 3 mil", contou a vítima.
Após receber o pagamento, os cheques foram usados na compra de outro carro. Mas como não tinham fundos, foram devolvidos. "Fui atrás dele, mas não consegui reverter o negócio. Tentei conversar e também não tive sucesso, por isso acionei a Justiça para recuperar o carro. Consegui, mas tive que pagar as prestações do financiamento e a documentação, que estavam atrasadas e cinco multas. Além de arcar com despesas de manutenção". A vítima diz também que após conseguir recuperar o veículo, foi ameaçada de morte. "Ele disse que iria mostrar quem era homem de verdade e que ia ter o carro de volta de qualquer maneira, nem que para isso tivesse que me matar."
DEFESA
O advogado de Darcy Aquino, Marcos Avelino, afirma estar tranquilo com a prisão do cliente, já que a prisão não é definitiva. “A prisão dele foi decretada porque o juiz achou conveniente preservar o andamento do processo. Essa prisão não é definitiva e sim preventiva e poderá ser revogada a qualquer momento”, diz. Ele afirma ainda que colhe provas para a elaboração da defesa do acusado. “A defesa preliminar será oficializada no prazo legal. Apresentaremos novas testemunhas para comprovar a verdade de nosso cliente. Produziremos ainda novas provas em confronto às apresentadas pela acusação”, completa o advogado

FONTE: jnnoticias.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.