segunda-feira, 5 de maio de 2014

CASCAVEL - Justiça determina afastamento de chefe de cadeias públicas

A 4.ª Vara de Justiça de Toledo, no Oeste do Estado, determinou o afastamento do chefe das cadeias públicas da 8.ª Região. O funcionário é acusado pelo crime de concussão, por tirar proveito de sua posição na chefia das unidades prisionais para exigir dinheiro de detentos da 15.ª e da 20.ª Subdivisões de Polícia Civil (Cascavel e Toledo).
Segundo a decisão judicial, proferida na semana passada, a permanência do réu no exercício de suas funções proporciona risco no decorrer da coleta de provas, uma vez que algumas testemunhas estão inseridas no sistema prisional. A juíza Daniela Maria Krüger considera também que, permanecendo no cargo, o chefe das unidades prisionais poderá cometer o ato de concussão novamente.

O funcionário público foi denunciado pela Promotoria de Justiça de Cascavel. Segundo o Ministério Público, ele recebia dinheiro para oferecer certas facilidades aos presos, como evitar a transferência para outra unidade e permitir que fossem feitos serviços internos que ajudariam na redução da pena.

O afastamento do réu foi determinado sem prejuízo da remuneração e vantagens, até o julgamento definitivo da ação penal.

http://www.mppr.mp.br/modules/noticias/article.php?storyid=4473&tit=05052014-CASCAVEL-Justica-determina-afastamento-de-chefe-de-cadeias-publicas-
Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4228 / 4469 / 4439

05/05/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.