sexta-feira, 30 de maio de 2014

ATENÇÃO ALERTA GERAL - AGENTES PENITENCIÁRIOS DO BRASIL

O Sindpen-DF, convocando Assembleia com indicativo de Greve contra privatização de presídios no DF, para o dia 03/06/14.
Se o Governo do DF é do PT, o Governo Federal é do PT, e o Ministro da Justiça é do PT.
Como é que se explica essa privatização?
Quem está enganando quem?
O governador do DF, ou o MJ, com o GT.
Afinal! Como se explicar marco regulatório da profissão do Agente, Oficial de segurança ou seja lá qual for o nome, se a política central caminha rumo a privatização.
Meu Deus! Venho orando muito pra estar enganado. Mas, a cada dia sinto mais forte a tempestade que se prenuncia sobre nós.
Deus nos salve destes embusteiros do PT e dos incautos que confiam neles.
Qual o por quê de ninguém querer falar do resultado negativo do ultimo encontro do dia 22/05/14, com os caciques do MJ/DEPEN? De onde o pessoal da Fenaspem saíram revoltadíssimos, por receberem informes de que Ministro desautorizou usar o nome dele e do Governo sob a existência de projeto qual seja, e diz, segundo o atual Diretor do DEPEN, não saber de nada de projeto algum. E que agora é que o pessoal do Depen, está tentando convencê-lo da necessidade de se ter um projeto para se encaminhar a presidência. Motivo pelo qual precisam de muito mais tempo, para continuar esta ideia de convencimento do Ministro.
LAMENTÁVEL! Eu não acreditei no que chamei de Armadilha e Golpe do PT, para nos desmobilizar e nos tirar do loby no Congresso Nacional, pela derrubada do veto presidencial. via engodo de um GT, absolutamente desnecessário. Já que o lugar de se fazer e debater tal projeto é na casa de leis e suas comissões temáticas.
Assim como tantos outros que se encontram na casa legislativa tratando de matéria no âmbito PENITENCIARIO.
Continuo querendo estar errado. Mas, que me respondam...
Qual o por quê de deixarmos a luta do veto presidencial, sob o porte de arma nacional incondicional, como os das demais policias. Para formar um GT, mesmo hemmmmm!!!!
Porque será que se levantou o acampamento do DF, pouco antes da parada militar de 7 de setembro/13?
Qual o por quê do encontro conjunto das federações no Mato Groso do Sul?
Qual o por quê de ninguém querer vir aqui dar explicações a categoria em rede nacional?
Eu explico o por quê de não ter acreditado e não ter caído no engodo político do Governo Federal. Sou aquele macaco velho de que me nominaram lá em outubro do ano passado.
Velho, cascudo, experiente e conhecedor o bastante para não me deixar enganar por tão pouco.
Soube que há uma gravação da reunião do dia 22-05-14. Muito reveladora do tudo que foi posto aqui!
Porque a categoria não tem o direito de ouvir?
Por acaso não é ela a razão de tudo e de todo o nosso empenho enquanto líderes?
Não quero aqui levantar seleumas ou discórdia, longe de mim tal pretensão.
Mas, acredito ter chegada a hora de nós unirmos de novo como antes da criação das federações no que era contra, por saber que tal disputa nos dividiria.
Hoje se quisermos pegar um atalho para as novas conquistas no Congresso Nacional, teremos que começar abridor o jogo e falando escancaradamente, a verdade para todos e deixar que nossa categoria tome seu curso.
Só assim buscar-se-ia a unicidade necessária de propósitos e de lutas.
Temos que nos unir urgentemente aos companheiros do DF, retomar o acampamento, realinhar a redação da pec-308, de forma a contemplar a todos e marchar firme e determinado contra a política nefasta de sucateamento da Segurança pública e o privatismo do Sistema Penal Brasileiro, defendido pelo PT.
Ou acordamos agora e rápido, ou dormiremos numa assombrada noite, para acordar trabalhando em presídios controlados por donos de empresas de segurança privada.
É hora de lutar ou morrer sem valor na vergonhosa zona de conforto, na qual muitos covardes se escondem.
Vem vamos embora que esperar não é saber!
Vamos lá pessoal!
Rumo a Brasília lutar juntos aos irmãos de lá, restaurar o acampamento e impor, que o trabalho efetivado pela boa intenção dos companheiros, que se dispuseram nestes 9 longos meses, seja imediatamente encaminhado ao Congresso Nacional com pedido de urgência na votação da matéria.
Proponho abrir uma conta conjunta por uma comissão supra sindical, para depósito de doações e constituir um fundo de luta nacional, visto que as federações só existem no papel e sem verba própria.
O custo em Brasília é alto e a luta requer despesas, empenho e desprendimentos.
Não há tempo a perder!
Juntos somos fortes! Unidos seremos imbativeis conquistadores!
Saudações Classistas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.