domingo, 20 de abril de 2014

Profissionais de Segurança Prisional - Estejam atentos às técnicas que podem atingir-vos-lhes-nos.

Para os que têm luz em si, fé no bem, força no bom caráter.
TÉCNICAS DE ENGENHARIA SOCIAL
Uma das estratégias, intimamente ligada à questão do controle, é a enorme campanha midiática que infunde um sentimento de impotência. Uma verdadeira operação planeada que, por um lado, está a habituar à sensação de sentir-se impotente, e do outro dessensibiliza a violência, desativando qualquer reatividade emocional. Como tudo isso é implementado? Com o bombardeio de imagens e notícias violentas (assassinatos, massacres, destruição, brutalidade), sem nenhuma intervenção e/ou mudança para acabar com isso.
Porquê? Uma vez habituados a aceitar a ilegalidade, a deterioração, o roubo, o crime, a insegurança do território, as gangues, a imigração selvagem e assim por diante, "vistas como coisas inevitáveis e sem solução", ao mesmo tempo não temos espaço para pensar e refletir, pois somos alvos de intermináveis tarefas extenuantes: tributação, subsídios, impostos, taxas, imposto de selo, revisão da caldeira, do carro, etc. ao ponto que não é possível para nós entender o que realmente está a acontecer e, em particular, não podemos organizar-nos em conformidade.
A sensação de impotência, por meio da comunicação de massa, está a afetar a sociedade ocidental, de maneira capilar, as pessoas já estão completamente apáticas e sem vontade de mudar. Porque devemos mudar nós mesmos e as nossas vidas se não vemos a luz, se as expectativas são totalmente pretas? Isso, no entanto, congela e paralisa as consciências de milhões de pessoas, totalmente à mercê do Sistema.
"Assim você não ta nem aí para assunto sérios que influenciarão sua vida. Porque você já crê que não tem tempo para isso e que sua opinião de nada adiantará."

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.