sábado, 15 de março de 2014

PEDIDO DE TRANSFERÊNCIA DO GOLEIRO BRUNO PARA O PRESÍDIO REGIONAL DE MONTES CLAROS É NEGADO DEVIDO A SUPERLOTAÇÃO DA UNIDADE PRISIONAL

Juiz diz que Presídio de Montes Claros não tem condições de receber Bruno

Magistrado afirma em resposta a ofício que Presídio está lotado.
Ex- jogador assinou contrato com time de futebol da cidade.

Cida Santana Do G1 Grande Minas

Julgamento do ex-goleiro Bruno (Foto: Reprodução Globo News) 
Ex-goleiro Bruno está preso desde 2010
(Foto: Reprodução Globo News)
 
O juiz da Vara de Execuções Criminais de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, Francisco Lacerda de Figueiredo, afirmou à reportagem do G1 na noite desta sexta-feira, 14, que o Presídio de Montes Claros não tem condições de receber o goleiro Bruno. Mesmo preso, Bruno assinou um contrato de cinco anos com o Montes Claros Futebol Clube, time que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Mineiro.
Segundo o juiz, ele recebeu um ofício do juiz da Vara de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Wagner Cavallieri, perguntando se o presídio de Montes Claros teria condições de receber o jogador. “Recebi o ofício e nesta tarde às 17h40 respondi ao juiz Wagner Cavallieri que o presídio de Montes Claros não tem condições por estar com excesso de presos. O Presídio tem capacidade para 592 presos e atualmente está com 1032”, disse Lacerda.
Em janeiro deste ano, o advogado de Bruno solicitou à Vara de Execuções Criminais de Contagem a transferência do goleiro para o presídio de Montes Claros. O advogado de Bruno não encontrado para comentar o assunto na noite desta sexta-feira.
Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de reclusão pelo desaparecimento e morte da sua ex-amante Eliza Samudio. Ele cumpre prisão na Penitenciária de Contagem desde julho de 2010. Eliza desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi achado. Ela tinha 25 anos e era mãe do filho recém-nascido do goleiro Bruno, de quem foi amante. Na época, o jogador era titular do Flamengo e não reconhecia a paternidade.

FONTE: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.