segunda-feira, 17 de março de 2014

Nova direção assume Penitenciária Pimenta da Veiga em Uberlândia

Coronel Flavio Lobato pediu exoneração do cargo depois de 12 anos.

Rafael Rodrigues assume diretoria de Penitenciária de Uberlândia (Foto: Fernanda Resende/G1)
Rafael Rodrigues assume diretoria de Penitenciária
de Uberlândia (Foto: Fernanda Resende/G1)
 

Depois de 12 anos na direção da Penitenciária Pimenta da Veiga, o coronel Flavio Lobato pediu exoneração do cargo. Quem assumiu o lugar dele foi  o  Agente Penitenciário de carreira Rafael Rodrigues dos Santos, que trabalhava como diretor-geral adjunto do Presídio Professor Jacy de Assis. A notícia foi informada pelo diretor de Referência do Sistema Prisional na 9ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), coronel Adanil Firmino da Silva, durante coletiva para a imprensa na tarde desta sexta-feira (14).
Segundo Adanil Firmino, o coronel Lobato deixou o cargo no início do mês, no dia 5. “Ele saiu a pedido e interesse pessoal dele. Se justificou dizendo que estava um pouco cansado e que a tendência agora era cuidar dele”, contou.
Adanil Firmino disse ainda que quando vaga um diretor, outro é imediatamente escolhido para assumir o cargo. “Para ser diretor geral de unidade tem que seguir alguns requisitos, dentre eles ser agente penitenciário de carreira e ter curso superior. O Rafael Rodrigues cumpre todos os quesitos”, explicou.

Para fazer a transição, o diretor-geral da Penitenciária Nelson Hungria (Contagem), Luiz Carlos Danunzio, esteve em Uberlândia. Ele passou quase uma semana avaliando a situação da Penitenciária para repassar para ao diretor.
A nova diretoria, formada por quatro pessoas (diretor geral, diretor de ressocialização, diretor de segurança e diretor administrativo) tomou posse nesta quinta-feira (13).
A nova diretoria está fazendo uma avaliação em todas as áreas e afirmou que o que for necessário mudar, será mudado para o bem. “Vamos avaliar. Mudanças não acontecem do dia para a noite. Demandam tempo", afirmou o diretor Rafael Rodrigues.
O diretor adiantou que quer focar na questão de quadro de pessoas e na reativação da horta da Penitenciária. “É um desafio, mas eu estou preparado para isso. A intenção é trabalhar com transparência com familiares, presos e funcionários”, afirmou Rafael.
Coletiva foi marcada para falar da mudança de diretoria (Foto: Fernanda Resende/G1)Coletiva foi marcada para falar da mudança de diretoria (Foto: Fernanda Resende/G1)
Superlotação
 

Atualmente a penitenciária conta com 619 presos. Deste total, 53 são mulheres e 53 estão albergados. A capacidade máxima é de 396 presos. Sobre essa situação, Rafael Rodrigues disse que a superlotação é um problema de todas as unidades do país. “Temos que dar atenção, respostas e atendimento para todos os envolvidos. Com isso, conseguindo minimizar e administrar o problema”, explicou.  
 
Currículo

Rafael Rodrigues presta serviços para o sistema prisional há 11 anos, sendo cinco na área de diretoria. Antes de assumir o novo cargo, ele era diretor-adjunto do Presídio Professor Jacy de Assis. Rafael é formado em Gestão Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas leitores e não correspondem, necessariamente, a opinião do autor deste blog.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.